Esta quinta-feira, dia 21, Júlia Pinheiro recebeu no seu programa da tarde da SIC o ator Diogo Valsassina. Com 20 anos de carreira, o artista esteve a recordar alguns dos momentos mais marcantes da sua vida, entre eles, a morte do pai, que faleceu repentinamente aos 58 anos de idade, em agosto do ano passado.

"Estava vazio e estava cheio de tudo e mais alguma coisa. É uma sensação que não dá para explicar. São demasiadas emoções a passar-nos pelo coração e pela cabeça. Tinha de dizer alguma coisa, porque hoje em dia as redes sociais ajudam a esta coisa que é tudo muito fácil. Precisava de dizer às pessoas que o meu pai viveu e enquanto viveu foi importante", começou por referir.

"Lembro-me perfeitamente das primeiras coisas que disse dois dias depois disto ter acontecido, quando amigos meus foram lá a minha casa, foi que se eu precisasse de chorar eu ia ligar-lhes. Chorei ao pé dos meus amigos, chorei em casa, chorei com a [Ana] Guiomar e chorei sozinho, mas é impossível dizer se já chorei tudo. É uma coisa que me vai acompanhar para o resto da vida, vou ter de lidar com a ausência", notou.

Leia Também: Como era Diogo Valsassina aos 17 anos? A foto que responde à questão

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.