A passagem do tempo é algo que afeta a maioria das pessoas, e Cristina Ferreira não é exceção a isto.

No seu blogue, a apresentadora refletiu sobre o assunto e a forma como as fotografias espelham a passagem do tempo:

"Sempre gostei de retratos. Cresci com as paredes de casa da minha mãe a contarem histórias. Fotografias que imortalizavam momentos, algures num tempo longínquo. E sempre me lembro de uma frase dita pela própria: 'Ai como eu era, nova, sem rugas.' E dizia isto com uma saudade tão grande que, não sei se era, de facto, da pele lisa ou do que tinha vivido na sua mocidade. 'Mas estás assim tão diferente?', perguntava-lhe eu. E ela lá anuía mas explicando também que não damos pelas mudanças que o nosso espelho reflete", conta a companheira de Manuel Luís Goucha.

"O que o tempo acrescenta vem da vida que se vive. E, por muito que se queira, não se pode parar a rodagem dos dias, cada vez mais curtos, nas mesmas 24 horas. Não sei o que o espelho irá refletir nos meus 60 anos. Não sei se olharei para estas fotos e terei saudades. Sei que elas refletem o que sou hoje, aos 38 anos. Com marcas de um tempo que me fez muito feliz", acrescenta.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.