Os diretos de Bruno Nogueira têm fim à vista, anunciou o próprio na noite desta terça-feira.

Diariamente, pelas 23 horas, o comediante reúne-se no Instagram com várias figuras públicas numa espécie de ritual que se tornou numa das grandes tendências da rede social - chegando mesmo a atingir os 74 mil espectadores.

Contudo, este programa virtual pretende apenas entreter o público durante o tempo de quarentena e, tendo em conta as previsões do humorista, dentro de poucas semanas os encontros vão deixar de acontecer.

"Em princípio, o Estado de Emergência acaba no dia 2 de maio. Opinião pessoal: Vai dar m****. Tenho um pressentimento de que as pessoas vão começar a facilitar. Vão pensar que se não apanharam até agora, estão safas. Acho que as pessoas precisam de estar assustadas para ter aquele controlo", começou por dizer.

Com isto, decidiu comunicar aos fãs a sua intenção: "Não vos quero apanhar desprevenidos. Começo a pensar se não estará na altura do fim destes diretos, com muito pena minha. Isto serve um propósito, depois vocês seguem a vossa vida e eu sigo a minha".

Nuno Markl, o primeiro convidado da emissão desta noite, começou por realçar: "As pessoas vão ficar muito chateadas se isto acabar".

"Não estou a dizer que vou acabar já, mas tenho de começar a anunciar", rematou Bruno Nogueira.

Leia Também: Albano Jerónimo em novo direto com Bruno Nogueira... e mostra rabiosque

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.