Liberdade é a palavra que está no AR...

Esse impulso de libertação nasce no coração de todos Nós, mas deveremos ter como ponto objectivo, qual a seta que nos está a ser apontada, como direcioná-la no nosso SER interior e como criar essa realidade na nossa vida...

Como ninguém é livre de condicionamentos e limitações auto impostas, deveremos agora observar a nossa estrutura emocional e como está a exigir a liberdade, de que forma subtil está ainda a impor que não nos desequilibremos...

Onde é que a estrutura emocional ainda depende da segurança do equilíbrio, dando-nos a ilusão do controle...
Na verdade quando estamos em relação com o mundo nas várias áreas da nossa vida, estamos a ser confrontados com experiências, circunstâncias que nos desalinham...

Desequilibram...

Mas só através desse desalinhamento vamos tendo a oportunidade de reconstruir novos alicerces emocionais, só através dessa manifestação podemos encontrar o que realmente valorizamos como qualidade interna, bem-estar no nosso SER...

Desbravando pela consciência os campos de insegurança, assumindo a responsabilidade de saber permanecer dentro da emoção e assim ver a energia emocional a ser experimentada de novas formas, uma nova atitude face ao momento que se está a desenrolar na nossa vida...

As estruturas do falso equilíbrio são utópicas e já não sustentam a nova energia que impulsiona a libertação desse controle, essa contenção de energia já não é possível... essa máscara é aquela que acredita que para estar em equilíbrio todos têm que aprovar a sua individualidade...

A ilusão de estar em relação com o mundo sem confronto...

Passamos então a outra etapa ser responsável pela sua diferença, ser autónomo é não depender de validação para se redescobrir...

Se a autonomia ainda depender de validação , claro que vai devolver tristeza...

A missão frustrada ...

Afinal ainda não posso voar...

Liberdade de viver todas as emoções que me darão a oportunidade de me conhecer, sem medo de que a vida e todas as circunstâncias que a envolve no dia a dia me desiquilibre...

Esta é a seta que nos está a ser apontada agora...

Só assim mudaremos a nossa visão de LIBERDADE...

Somos pequeninos ainda...

Nem sabemos o que essa palavra significa... smile emoticon

É verdade...

Ruth Fairfield é meu nome e considero-me uma cientista cósmica, pois os astros sempre me encantaram desde muito nova, dedico a minha vida a criar dinâmicas de consciência da influência evolutiva do mundo da energia cósmica e como podemos acompanhar toda a transformação interna , gerir o livre arbítrio, com o mapa da estrada da vida, a matriz astrológica, a impressão digital da nossa alma...

Fiz a formação de astrologia no Quiron, escola de astrologia gerida por Maria Flávia de Monsaraz, várias formações com Alan Oken, José Luis de Nascimento e outros...

Criei uma forma de mesclar todo o conhecimento de astrologia Esotérica, psicológica, kármica e médica e criar uma leitura do movimento da energia num sentido pratico e dinâmico de forma a ajudar as pessoas a conhecerem-se, criarem autonomia e gerirem a sua mudança... a criarem vitalidade, vontade e entrega na sua vida quotidiana…

Incondicionalmente rendida ao Universo e às Leis da Vida....

Ruth Fairfield

Contactos:

Sunshineruth@gmail.com

966425493/914632063

https://www.facebook.com/ruth.fairfield

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.