Hoje em dia já tem várias ferramentas que lhe permitem elaborar um currículo de forma estruturada, incidindo sobre os aspetos relevantes sobre o percurso profissional e outros. Porém, não lhe adianta ter um currículo extremamente bem elaborado se depois numa entrevista coloca tudo a perder. A ideia não é mentir, nem fazer-se passar por alguém que não é, mas sim ter em atenção e adequar o comportamento áquilo que é um ambiente diferente do habitual. É claro que o entrevistador tem de gostar de quem você é, mas não se esqueça que não está ali para fazer amigos e sim para iniciar um percurso profissional.

Currículo
Apesar de o ter enviado e de já terem acesso ao mesmo, é importante que leve uma cópia e refira logo ao início que a tem ou, subtilmente, coloque-o em cima da mesa de forma visível. Leve também um caderno e uma caneta.
Deverá saber o que consta no seu currículo. Não há nada pior do que parecer confuso relativamente à sua própria informação, até porque o que vão pensar é que está a mentir. Muitas vezes enfatizam-se determinadas funções e ou caraterísticas no currículo, o que pode fazer com que se esqueça do que foi colocado, mas evite descarrilar quando lhe fizerem perguntas. Leia e reveja bem o seu currículo.

Telemóvel
Assim que entra nas instalações desligue-o ou coloque no silêncio. Não há nada pior do que o mesmo tocar durante a entrevista e se isto acontecer, lamente profundamente a questão. Caso esteja perante uma situação grave e urgente na sua vida (alguém doente que precisa da sua ajuda, etc...) e precisa de ser contactado, refira isso ao entrevistador.

Pontualidade
Tente chegar cerca de 5mn antes. Se teve um imprevisto que o vai atrasar telefone a avisar. Não obstante, o seu comportamento deve ser educado a partir do momento em que entra na porta do prédio, desde o segurança à rececionista.

Conhecimento da empresa
Aqui está um erro crasso que muita gente comete, principalmente nas primeiras entrevistas. Mesmo que se esteja a candidatar a um estágio, é de extrema importância que conheça a empresa. Saiba qual a sua missão, valores, o que fazem, onde atuam, como são constituídos, enfim... é só fazer uma pesquisa na internet ou ver o site da empresa. Você até pode ter enviado o seu currículo para muitas empresas, mas eles também o escolheram perante uma série de outros candidatos.

Olhos nos olhos
Não é preciso que olhe fixamente, mas deve olhar e conversar olhos nos olhos. Isto só irá demonstrar confiança e segurança da sua parte. Se der por si um pouco desconfortável, olhe para a boca ou nariz.

Ansiedade
Ficar ansioso e nervoso é normal. No entanto, não deixe que afete a sua performance. Inspire e expire profundamente antes de lá chegar e tente relaxar. Pense que se o chamaram é porque gostaram do seu currículo e daquilo que tem para oferecer.

Objetivo
Dar respostas muito longas e com muita explicação pode dar azo a duas coisas: o entrevistador “perder-se” no seu raciocínio ou achar que o está a “enrolar” com a conversa. O ser objetivo é restringir o seu discurso ao que é essencial. Se o entrevistador quiser saber mais sobre o assunto não se preocupe porque ele vai perguntar.

Mentir
Tem perna curta, não sabe?! Ao mentir a sua tendência vai ser ficar desconfortável e agitado, o que acaba por o denunciar. Se há alguma coisa que não queira falar, é melhor omitir essa informação do currículo e reforçar outras que sejam mais positivas. Assim, só irão incidir sobre as coisas que o deixam mais confortável.

Valorizar
Fale com convicção do que já conquistou ou daqueles que são os seus objetivos. Não é necessário ser arrogante, mas o contrário também não abona a seu favor. Mesmo que seja a sua primeira entrevista, fale das suas conquistas na escola/ universidade, cursos ou trabalhos voluntários. Isto também irá demonstrar que é uma pessoa segura, com a autoestima enriquecida e que se sabe valorizar, sem ser snobe.

Criticar
Mesmo que tenha tido a pior experiência da sua vida... não fale mal dela! Criticar ou menosprezar o antigo emprego e empresa, por muito que tenha razão, não abona a seu favor. O entrevistador só vai achar que vai fazer o mesmo se algum dia sair dali.

Pontos fortes e pontos fracos
É das perguntas mais comuns por isso, e para não responder com clichês, faça algum trabalho de casa. Antes da entrevista elabore uma lista daqueles que são os seus pontos fortes e fracos, mas que se coadunem com as caraterísticas procuradas, ou seja, se sabe que a posição não exige uma língua, pode referir que é um ponto fraco seu, mas que tem feito para melhorar.

Perguntas pertinentes
No fim da entrevista é provável que lhe perguntem se tem alguma questão. É aqui que deve fazer perguntas relativamente à empresa e ao cargo. Diga que leu em algum lado que a empresa fez isto ou aquilo e que gostava de saber mais, por exemplo. Isto só vai demonstrar que você conhece bem a empresa em questão e que está bastante interessado na vaga de trabalho.

Vista-se a rigor
Adote um estilo mais formal nesse dia. Os ténis, calças de ganga, roupa muito justa, curta e com decotes, são para esquecer. Tenha o cabelo arranjado, mas que não parece que vá para um casamento, e com aspeto limpo.

Online
Já há muitas entrevistas a serem feitas por skype ou outros. É importante reter que, praticamente todos os pontos acima são para manter. Inclusive no que vestir! Tem que se vestir como se fosse para a rua. Não obstante, certifique-se que a sua ligação à internet funciona bem, agende para uma altura em que não irá ser interrompido, mantenha o ambiente atrás de si arrumado e organizado.

Dormir e comer bem
Evite bocejos à frente do entrevistador ou que a sua barriga faça ruídos porque está com fome. Antecipe determinadas situações para que não lhe causem dissabores.

Guardar