A candidatura de Suzana Garcia, pelo PSD, à Câmara Municipal da Amadora continua a dar muito que falar, nomeadamente o facto de a advogada contar com o apoio do apresentador Manuel Luís Goucha.

O apresentador será presidente da comissão de honra da campanha liderada por Suzana Garcia - ‘Dar Voz à Amadora’. Facto que tem gerado uma enorme onda de críticas.

O jornalista Pedro Coelho, da SIC, foi um dos nomes conhecidos a manifestar o seu desagrado publicamente.

"O Goucha chegou oficialmente ao fim da carreira. (Se não chegou, parece)", pode ler-se na sua conta oficial de Twitter.

Por seu turno, também Mamadou Ba, dirigente da SOS racismo, se mostrou incrédulo com a decisão do apresentador e não poupou nas duras críticas.

"Goucha, o gay que tentou reabilitar Mário Machado, um criminoso nazi homófobo assumido, sai agora definitivamente do armário racista e apoia a candidata racista do PSD na Amadora. Isto vai para lá do sinistro homonacionalismo", pode ler-se numa das suas primeiras mensagens sobre o tema, publicada na rede social Twitter.

"Podem vir aqui grunhir todos os nazi-fascistas, mas o Goucha é mesmo a expressão do homonacionalismo, isto é, pessoas lgbtqi+ a andarem de braço dado com homófobos, como a vossa criminosa celebridade de cabeça rapada", reforçou, deixando por fim uma salvaguarda: "E que fique claro que o que está em causa é o homonacionalismo do Goucha e, em momento algum, a sua orientação sexual".

Notícias ao Minuto

A opinião de Mamadou Ba© Reprodução Twitter

Leia Também: Suzana Garcia oficializa candidatura à Amadora com apoio de Goucha

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.