Passa em frente à porta quase todos os dias há mais de quatro décadas mas nunca tinha visto a mítica sala de espetáculos por dentro. Apesar de viver ao lado do Teatro Nacional D. Maria II há quase 50 anos, Alzira Paixão nunca lá tinha entrado. Há um ano, foi convidada a visitá-lo. Agora, é a estrela de um dos vídeos que o promove. Em apenas quatro dias, mais de 29.000 pessoas viram a gravação na página de Facebook do teatro.

No Instagram, o vídeo, que integra a iniciativa "Há lugar para todos", que nas redes sociais é promovida com a hashtag #halugarparatodos, também soma milhares de visualizações e mais de três centenas de gostos. "Achava que só vinham aqui pessoas com muitas posses", justifica Alzira Paixão. Oriunda de uma aldeia do interior do país, veio para a capital com 25 anos, duas semanas antes de casar, como conta na gravação.

"Vim trabalhar para um armazém de reciclagem", revela. Depois da morte do marido, anos mais tarde, voltou a casar. Mas continuou sem entrar naquele edifício imponente que tanto a intrigava. A primeira vez que aconteceu ficou deslumbrada, como assume no vídeo, que pode ver de seguida. A partir daí, tem voltado ao Teatro Nacional D. Maria II com regularidade. "Sou tratada com um carinho que talvez nunca tivesse", assume.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.