Apesar de já ter sido declarado o fim da pandemia Covid-19 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a indicação para a vacinação sazonal contra esta infeção mantém-se, com vacinas adaptadas às estirpes do vírus SARS-CoV-2 em circulação.

Nesta nova época vacinal que se aproxima, todo o processo de vacinação contra a Covid-19 será assegurado pelas estruturas do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Os centros de saúde fazem parte deste processo a par com as farmácias comunitárias que, na sequência da experiência positiva de administração da vacina da gripe sazonal em anos anteriores, vão estrear-se na vacinação contra a Covid-19.

A extensa distribuição geográfica e o horário alargado de funcionamento das farmácias comunitárias permitem facilitar o acesso da população à vacina e tornar o processo mais cómodo para os utentes. Estas valências permitem manter os elevados níveis de adesão à vacinação que se verificaram nos últimos períodos de vacinação sazonal contra a gripe.
A elevada capilaridade da rede de farmácias comunitárias será essencial para que a vacinação simultânea contra a Covid-19 e a gripe sazonal decorra de forma mais rápida, de modo a atingir a proteção de toda a população de risco num curto período.

Num cenário de escassez de recursos, esta nova medida afigura-se como uma ferramenta de apoio à gestão em saúde, permitindo que os serviços públicos de saúde sejam canalizados para outras necessidades estruturais do SNS, nomeadamente para o acompanhamento de doentes crónicos.

Este é mais um passo dado com a confiança dos farmacêuticos comunitários, a quem é reconhecida a capacidade de prestar cuidados de saúde cada vez mais especializados, aliados a um maior conforto e proximidade para os utentes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.