com o apoio MEO
Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui
  • Benim aprovou aborto
    A Assembleia Nacional do Benim aprovou na quarta-feira que o aborto passa a ser permitido até às 12 semanas quando a gravidez for "suscetível de agravar ou causar uma situação de sofrimento material, educativo, profissional ou moral".

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.