A experiência mais próxima de dormir num museu

O Hotel Urban Madrid tem uma importante coleção de arte privada. 102 das peças estão expostas nos quartos desta luxuosa unidade hoteleira da capital espanhola

Uma vitrina iluminada com uma pequena estátua de madeira pintada sobre um pedestal preto em ferro forjado. A legenda indica que se tratar de uma peça chamada «Dignatario», um exemplar do budismo chinês da dinastia Qing, a última dinastia imperial da China, que governou 1644 e 1911, com uma breve restauração abortiva em 1917. De acordo com a descrição, este tipo de estátuas representavam personagens importantes da época, geralmente portadores de títulos e cargos que os distinguiam.

Em algumas das ordens militares de cavalaria da região, estes objetos de culto funcionavam como oráculos de proteção, chegando muitos deles a ser venerados antes das batalhas. Surpreendentemente, a pequena estátua é o único objeto de arte em toda a divisão. Até porque não estamos num museu. Muito pelo contrário! Estamos numa das 102 habitações do Hotel Urban Madrid, em pleno centro da capital espanhola, todas elas decoradas com peças de arte da coleção privada da unidade hoteleira. 

Esta é uma das experiências mais próximas de dormir num museu que pode ter. Até porque, apesar de integrar mesmo um espaço museológico que exibe peças de um espólio de arte antiga e de arte egípcia, todo o hotel está decorado com requintados objetos de produção artística. Há quartos, suites e salas que escondem estátuas, figuras e painéis de madeira e o próprio átrio de entrada surpreende com a sua estatuária de madeira de dimensões imponentes, uma impressionante mesa de vida com cadeiras gigantes estilizadas e grandes jarrões dourados.

Com um estilo assumidamente art déco e com uma arquitetura vanguardista, o Hotel Urban Madrid assume-se como um boutique hotel do século XXI, um espaço urbano com um design muito próprio, desenvolvido a pensar em pessoas que não dispensam o luxo mas fogem de toda e qualquer convencionalidade. Localizada em pleno coração financeiro, comercial e cultural da capital espanhola, esta unidade hoteleira é a base perfeita para uma estadia na cidade.

Nas paredes dos quartos, 78 habitações superiores, 10 junior suites duplex, cinco junior suites, oito suites e na suite duplex loft, predomina o castanho. Nas estolas em pele colocadas sobre as camas, na madeira do chão, nas portas dos armários e no couro da cabeceira da cama, esse é o tom que prevalece. As almofadas e as cobertas em bege acabam por suavizar o ambiente, tal como os confortáveis lençois brancos das camas king size.

Além da vitrina com a estátua de madeira, existem outros pormenores que fazem a diferença. A secretária em vidro e madeira de mogno com um tampo que se transforma em toucador é um deles. O quarto é relativamente simples em comparação com o luxo que salta à vista nas áreas comuns mas os detalhes estão lá. O sistema de luzes reguláveis e as paredes parcialmente forradas a pedra conferem uma personalidade distintiva às divisões de descanso e também um ar mais masculino do que as de outros hotéis.

Veja na página seguinte: Divindades de lugares exóticos e distantes

Comentários