As principais dúvidas na cozinha esclarecidas por uma engenheira alimentar

Sabia que a maioria dos casos de intoxicação alimentar é causada pelo manuseamento e/ou por uma preparação incorreta dos alimentos? Veja tudo o que precisa de saber para fazer uma alimentação segura.

Grande parte dos casos de intoxicação alimentar é causada pelo manuseamento e/ou por uma preparação incorreta dos alimentos. Resultam, na sua maioria, de gestos comuns facilmente evitáveis, mas que têm um grande impacto na saúde. Se nunca cozinha o arroz sem o lavar (tal como sempre viu a sua mãe fazer), fique a saber que se trata de uma precaução desnecessária, dado que o arroz será cozinhado.

Nas perguntas e respostas que se seguem, ajudamo-lo, com a ajuda de Ana Bastos, nutricionista e engenheira alimentar, a desvendar este e outros mitos:

As panelas de alumínio são nefastas para a nossa saúde?

Os estudos realizados até agora revelam que os valores absorvidos de alumínio no processo de cozedura em panelas de alumínio são mínimos, mas aumentam se cozinhar alimentos muito ácidos, como o tomate ou a couve. Deve evitar armazenar alimentos nesses recipientes, pois os metais podem migrar para os alimentos durante a refrigeração.

Se um alimento não estiver completamente descongelado posso voltar a congelá-lo?

Nem todas as bactérias morrem quando são expostas a baixas temperaturas. Se descongela um alimento, as sobreviventes tendem a multiplicar-se. Se o voltar a congelar, vai conter um número mais elevado de microrganismos que poderão provocar
intoxicações alimentares.

Devemos usar vinagre para desinfetar os vegetais?

O método mais eficaz para desinfectar fruta e vegetais é o cloro. No entanto, para uso doméstico, o vinagre, diluído em água, poderá ser usado.

Devo lavar a fruta mesmo que a descasque?

A fruta deverá ser sempre lavada antes de consumida, isto porque tem uma carga microbiana elevada no seu exterior, que pode entrar em contacto com o seu interior quando é descascada sem ser lavada.

Se eliminar, de um alimento, a zona com bolor, posso comer o resto?

O bolor é um microrganismo, visível a olho nu, que se forma nas matérias orgânicas quando entram em decomposição e produz toxinas. Estas penetram na totalidade do alimento, ou seja, mesmo as zonas sem bolor ficam contaminadas.

É perigoso beber um refrigerante diretamente da lata?

Antes, deve ter o cuidado de passar um guardanapo na zona que entrará em contacto com a boca. Atualmente, há boas práticas de armazenamento, mas já ocorreram casos em que as latas estavam contaminadas com urina de rato infetada com leptospirose, que provoca doenças no homem.

Posso comer um iogurte dois ou três dias depois do prazo?

Não se deve comer nenhum alimento após o prazo estabelecido, mesmo que o aspecto ou cheiro não tenham sofrido alterações.

Veja na página seguinte: Os alimentos com E no rótulo são nocivos?

Comentários