Amamentação: as melhores dicas

Este é um momento muito especial para a mãe e para o bebé, mas nem sempre corre como esperado. Veja estas dicas e garanta que está a amamentar o seu bebé corretamente.

Já estamos todos cansados de saber que o leite materno é fundamental para a saúde e o desenvolvimento do bebé, mas também já ouvimos histórias de mulheres que sofreram muito ao dar de mamar. Há mulheres que adaptam à nova rotina, outras não e isso acontece porque apesar de ser um ato natural na teoria, na prática, o processo pode ser bastante difícil.

O bico do seio, uma parte do corpo praticamente sem função até então, passa a ser usado várias vezes por dia e fica muito sensível. A posição de dar de mamar acaba por criar também muitas vezes dores de costas à mãe e acaba por ser desconfortável. E há sempre o receio associado ao facto da mãe nunca saber a quantidade de leite que o bebé bebeu. Nos primeiros dias em casa, sem a ajuda das enfermeiras da maternidade, os problemas podem ganhar tamanha dimensão que pode chegar a questionar como outras mulheres conseguiram. Não adianta achar que na primeira mamada tudo vai correr bem, como nos filmes e nas novelas. É importante ter isso bem claro para não se dececionar. Muitas mulheres pensam em parar por motivos emocionais, cansaço ou desanimo com a demora do bebé para se adaptar ao peito. Raramente o motivo é fisiológico. No segundo mês nem vai lembrar-se de que os problemas existiram. Acredite, a amamentação vai deixar muita saudade. Mas para que isso aconteça deve seguir algumas dicas para tornar o momento mais fácil, agradável e eficiente:

1 -Deve preparar, fortalecer e lubrificar os seus mamilos. Ainda na gravidez pode usar cremes para ajudar a preparar os seus mamilos para o que aí vem. São várias as marcas que produzem estes cremes, é só escolher uma que goste e aplicar a partir dos 6 meses de gravidez e continuar a aplicar depois de ter o seu bebé. Estes cremes são feitos especialmente para isso e portanto não há problema de colocar no mamilo e do bebé entrar em contacto com o produto. Quando o faz deve usar sempre os discos de amamentação, pois estes cremes costumam ser muito gordurosos e podem manchar.

2 - Não é recomendável que o bebé já tenha muita fome, porque ele vai ficar mais nervoso e pegar no peito com mais força, o que pode magoar ainda mais. Procure oferecer o peito assim que ele manifestar o primeiro sinal de que está com fome. Se já estiver muito irritado, tente acalmá-lo primeiro.

3 - É importante saber dar o peito. Coloque o bebé encostado “barriga com barriga” consigo para que ele não precise de virar a cabeça para mamar. Sem empurrar a cabeça do bebé, deve encostar-se o mamilo à bochecha do bebé, o que o guiará na direção certa, e ajudá-lo a agarrar o mamilo para ele mamar. Também é fundamental procurar uma posição cómoda e deve ter as suas costas e braços bem apoiados. Pode também usar uma almofada de amamentação para ajudar neste processo.

4 - Quando tirar o seio da boca do bebé, tenha cuidado ao retirar o mamilo pois é muito provável que ele não o largue. Um truque consiste em enfiar a dedo mindinho no espaço entre o ângulo dos lábios e o mamilo, fazendo com que o bebé abra a boca e largue facilmente o seio sem qualquer resistência.

Saiba mais: Amamentar e fazer desporto? Sim, é possível

Leia também: Quanto leite deve dar ao seu bebé

Comentários