Neurofitness

Exercícios de ginástica mental para aumentar a sua capacidade de concentração

Já teve uma informação, uma memória ou uma palavra na ponta da língua que não conseguiu recordar, por mais que se esforçasse?

São os chamados bloqueios mentais, causados pelo excesso de pressão e tensão emocional, explica Ramón Campayo, um dos maiores recordistas de memória rápida, na sua obra «Desenvolva Uma Mente Prodigiosa», publicada em Portugal pela editora Planeta.

Deixamos-lhe três exercícios para treinar a sua capacidade de memorização e concentração:

1. Memorização de palavras

Memorize as palavras cegonha, lâmpada, trator, botão, mesa, esquiador, gorila, barco, bicicleta e garrafa. Crie uma união inverosímil entre as duas primeiras palavras. Imagine, por exemplo, uma cegonha no teto com uma lâmpada no bico. As suas patas estão penduradas e, se as puxarmos, a lâmpada acende-se e apaga-se. Se for preciso, feche os olhos para visualizar a cena durante alguns segundos. Faça o mesmo com as palavras seguintes.

A memória só funciona mediante enlaces. Uns dados levam-nos a outros mediante uma lógica ou sequência. Se os dados são puros, como estas palavras, não existirá qualquer lógica e, por isso, devemos criar uniões inverosímeis para que a mente os considere como algo único. Este exercício é útil porque ajuda a memorizar dados puros (que não têm uma relação lógica entre si), como datas ou as capitais de cada país, por exemplo.

2. Estableça um temário pessoal

Elabore um temário pessoal (um resumo da informação que precisa de memorizar), com uma ordem mais lógica para si. Depois de ler um tema inicial em bruto, faça um resumo do que leu, alterando a ordem dos dados, segundo o que considere necessário ou lógico. Reduza a informação para metade (às vezes, para a décima parte), use o seu vocabulário pessoal, mas respeitando as palavras técnicas.

Memorize antes os dados sequenciais (aqueles que têm uma relação lógica entre si), depois memorize os dados puros. Pode usar o exercício anterior para o fazer. Para memorizar um tema, há que empregar palavras do nosso vocabulário que enlacem os dados de forma lógica, para conseguirmos uma melhor compreensão. Este exercício é útil para memorizar e compreender um tema que irá abordar numa apresentação académica, conferência ou reunião de trabalho.

3. Use uma esferográfica como apoio visual para a sua leitura

Enquanto lê, desloque a esferográfica com rapidez, em movimentos horizontais próximos do texto, para que fotografe cada parte da linha por onde vai passando a esferográfica. Leia o texto várias vezes seguidas, tentando ver mentalmente o que está a ler, como se de um filme se tratasse. Depois de ler o texto duas ou três vezes, releia-o, predizendo a informação que irá ler de seguida,
adiantando-se, assim, no tempo.

A esferográfica ajuda-nos a fixar com precisão as palavras que queremos ler ou fotografar e a conseguir um ritmo de leitura mais regular. O vídeo mental (imagens e sensações que visualizamos mentalmente) é uma das melhores armas para memorizar com eficácia, de acordo com Ramón Campayo. Este exercício é útil para aumentar a velocidade de leitura e conseguir memorizar quase ao mesmo tempo o que lê.

Texto: Sofia Cardoso 

artigo do parceiro:

Comentários