7 erros que não deve cometer na hora de ser empreendedor

É importante perceber que erros evitar de forma a eliminar possíveis fatores de risco para o seu negócio ou projeto.

Uma atitude empreendedora e entusiástica face ao projeto que se quer desenvolver é o primeiro passo para se encontrar no caminho do sucesso. Pessoas empreendedoras são dinâmicas e cheias de iniciativa própria, mas muitas vezes deixam-se levar pelo entusiasmo na hora de tomar decisões importantes. Não se deixe enganar e tenha em mente que erros não deve cometer.

1 . Ser demasiado positivo

Quando o negócio começa a correr bem e se comete o erro de ver o projeto apenas como sucessos e lucros. Deve-se ter os pés bem assentes na terra de forma a não fazer investimentos e contratos desnecessários que possam dispersar recursos  importantes para o funcionamento e a evolução da empresa a médio e longo prazo. Numa empresa é necessário não ser iludido pelos ganhos iniciais e evitar pensar a curto prazo. Por outro lado, ser pessimista e ansioso relativamente ao futuro também não pode dominar o processo de decisão. Soluções que garantam a sustentabilidade, equilíbrio e longevidade da empresa são as mais acertadas.

2 . Falta de planeamento financeiro

Ao colocar as suas ideias em prática conceba um plano de negócios objetivo. Não é exigido que se tenha logo documentos excel com tudo detalhado. Inicialmente, basta delinear os principais objetivos da empresa e tê-los sempre conscientes de forma a que o conceito da empresa não seja destronado por ambições pluridisciplinares que nada têm a ver com o pensamento inicial. O principal é saber o conceito do negócio, as vantagens competitivas em relação aos concorrentes e os potenciais clientes da marca. Depois é avançar para um plano de negócios mais estruturado onde estão detalhados recursos humanos, tecnológicos, financeiros, entre outros. Com estas informações, complementadas com o faturamento, gastos, investimento e lucros, será mais fácil olhar para o futuro da empresa, tomar decisões e antecipar desafios.

3 . Não perceber quem é o cliente

Muitas das marcas não têm noção quem é o seu verdadeiro cliente, a estratégia de atirar para todos os lados não funciona. Antes de abrir a empresa certifique-se que sabe qual o público alvo que  vai comprar os seus produtos ou serviços. Se souber esta informação poupará tempo e dinheiro, para além de que conseguirá chegar mais facilmente aos clientes e saber o que eles procuram verdadeiramente. Uma forma simples de ter uma ideia do seu consumidor é estudar os clientes de empresas concorrentes, se a empresa oferece o mesmo que a sua é provável que o cliente seja o mesmo.

Leia ainda: 7 frases que as pessoas bem sucedidas nunca dizem

Comentários