Vírus do Ébola

Saiba como se transmite e quais os sintomas mais comuns da febre hemorrágica viral

Identificada pela primeira vez em 1976 perto do rio Ébola no Zaire, é uma doença severa, muitas vezes fatal.

A febre hemorrágica pelo Ébola (FHE) é uma doença severa, muitas vezes fatal, que afeta humanos e outros primatas. O vírus Ébola é um vírus de RNA, pertence ao género Filovírus e são conhecidas cinco espécies, das quais quatro, causam infeção em humanos: Ébola- Zaire, Ébola- Sudão, Ébola- Bundibugyo e Ébola- Costa do Marfim.

A outra espécie, Reston, normalmente afeta primatas ou porcos e, muito raramente, foi detetada em humanos na região do Pacífico. A doença foi identificada pela primeira vez em 1976 perto do rio Ébola no Zaire, atual Republica Democrática do Congo. As espécies Zaire, Sudão e Bundibugyo têm causado graves epidemias da FHE em África com taxas de mortalidade entre os 25 e os 90%.

Como se transmite a doença?

Ainda não é conhecido o reservatório natural do vírus (o animal que transporta o vírus) mas este não fica doente ou não apresenta sintomas. Uma vez descoberto o hospedeiro natural, pode-se melhorar o controlo e a prevenção. Apesar de não se conhecer o hospedeiro natural, outros animais infetados podem transmitir a doença aos humanos, como é o caso de gorilas, chimpanzés, porcos-espinhos, macacos, duikers e antílopes infetados, vivos ou mortos.

O vírus é transmitido através do contacto directo com sangue, secreções respiratórias, vómitos e outros fluidos corporais de uma pessoa infectada. Cerimónias fúnebres onde se tem contacto com o corpo do falecido podem ter um papel significativo na transmissão da doença. A transmissão nosocomial ou transmissão hospitalar é bastante comum durante as epidemias.

Esta ocorre se o paciente não estiver em isolamento, o material hospitalar usado no paciente não for descartado ou devidamente esterilizado ou, se os técnicos de saúde não utilizarem equipamento de proteção adequado, pelo que se aconselha o uso de luvas, de mascaras e de outros equipamentos.

Quais são os sintomas da FHE?

O
período de incubação da doença varia entre 2 a 21 dias. Os primeiros
sintomas são febre, dores de cabeça, dores musculares, dores de garganta
e prostração. Estes sintomas iniciais são seguidos de
diarreias, vómitos e dor de estômago. Alguns pacientes podem apresentar
prurido, soluços e olhos vermelhos.

Com o avançar da doença
ocorre falha renal, danos no fígado e problemas de coagulação que causa
hemorragias internas e externas. Na fase terminal da doença o paciente
apresenta hemorragias intensas e entra em choque hipovolêmico, acabando
por falecer.

Comentários