Prolapso genital

Quando a vagina descai

O prolapso genital é uma alteração desagradável que geralmente ocorre às mulheres depois do parto, da menopausa ou da remoção cirúrgica do útero. Cerca de um terço das mulheres têm um prolapso a dada altura das suas vidas. Muitas mulheres não procuram ajuda médica.

Os músculos, os tecidos conjuntivos, a pele, os nervos e a área em torno da vagina formam uma rede complexa que sustenta órgãos, tecidos e estruturas.

Esta rede também inclui as paredes da vagina. Se alguma parte do corpo enfraquece, pode provocar o prolapso genital ou o colapso da vagina.

Nesse caso, partes corporais tais como o útero, a bexiga, a uretra, o intestino delgado, o recto ou a vagina podem sair do seu lugar porque já não estão apoiados. Sem tratamento ou uma operação, podem descair ainda mais na direcção da vagina ou mesmo passar pela abertura da vagina, o que afecta fortemente tanto a vida sexual como diversas funções corporais.

Tipos de prolapso genital


  • A chamada rectocele (prolapso do recto) é o colapso da parede de trás da vagina. As consequências são detectadas no funcionamento dos órgãos digestivos, na forma de flatulência ou da saída acidental de fezes líquidas.

  • A cistocele (prolapso da bexiga) resulta do deslizamento da parede frontal da vagina e é detectada através de exame ginecológico. Provoca perdas acidentais de urina quando são efectuados esforços ligeiros, tal como tossir, espirrar ou durante a prática de exercício físico.

  • A enterocele (prolapso do intestino delgado) é o enfraquecimento das estruturas superiores da vagina.

Comentários