O poder do mel

Os benefícios do consumo de mel remontam já ao império grego e romano, sendo documentado por filósofos e cientistas da altura. Conheça alguns dos seus benefícios

O mel é um alimento natural proveniente das abelhas e os  benefícios do seu consumo remontam já ao império grego e romano, sendo documentado por filósofos e cientistas da altura.

Este alimento com altos níveis de monossacarídeos, frutose e glucose, contém 70 a 80% de açúcar, o que lhe confere um doce sabor. Os minerais e a água perfazem o resto da sua composição.

A ciência moderna encontra hoje validação para os benefícios médicos já historicamente referenciados, entre eles destacam-se as propriedades antibacterianas e anti-sépticas.

Alguns dos benefícios do mel

Refluxo gástrico

A textura viscosa do mel actua como uma barreira no seu estômago evitando que aconteça o refluxo

Gastroenterite infantil

Estudos clínicos reportados no British Medical Journal concluem que o mel reduz a duração da diarreia bacteriana em crianças e jovens, podendo seguramente ser utilizado como substituto para a reidratação oral devido à sua composição de electrólitos

Cura feridas e queimaduras

Existem vários relatos de pessoas com efeitos positivos do mel no tratamento de feridas e queimaduras, existem ainda estudos científicos que apoiam estes benefícios

Tratamento de alergias

Existe alguma pesquisa que sugere que o mel pode ser bastante útil na redução das alergias sazonais. Existem também relatos com base em estudos concluíndo que o mel alivia e reduz a frequência da tosse.

Combate infecções

Um estudo publicado na revista Microbiology revelou que o mel é eficaz no tratamento de infecções de feridas crónicas e pode até impedir o seu desenvolvimento

artigo do parceiro:

Comentários