Medicação para a tensão arterial enfraquece o cabelo?

Vários estudos internacionais confirmam que existe uma relação entre a doença e a queda de folículos capilares. A farmacêutica Maria Augusta Soares esclarece a questão.

Existe uma relação direta entre a hipertensão e a queda de cabelo? Se também tem esta dúvida, saiba que a resposta é... sim! As pessoas que padecem desta doença têm mais probabilidades de vir a sofrer de alopecia e, no sentido inverso, os homens mais carecas também correm mais riscos de vir a queixar-se deste mal, uma vez que o crescimento normal dos folículos capilares acaba por ser afetado.

Nas últimas décadas foram desenvolvidos vários estudos para apurar a correlação entre a queda de cabelo e a tensão arterial mas os resultados não têm sido conclusivos. E será que a medicação para a tensão arterial também enfraquece as hastes capilares? Maria Augusta Soares, farmacêutica e professora na Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, esclarece a questão, que tem sido alvo de debate.

«O tratamento de qualquer doença pode ser realizado com diversos grupos de medicamentos e de substâncias», explica. Cada substância usada no controlo da pressão arterial possui características individuais», refere a especialista. Cada uma delas pode, por isso, «causar os seus próprios efeitos secundários ou indesejados, diferentes dos causados pelas outras», acrescenta ainda a farmacêutica.

«No entanto, tanto quanto se sabe, não há reporte a enfraquecimento do cabelo causado pelos medicamentos utilizados para controlo da pressão arterial», elucida ainda Maria Augusta Soares. Segundo dados divulgados em maio de 2015, cerca de três milhões de portugueses sofrem de hipertensão arterial. Em 2016, um estudo da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra falava em 42% da população.

artigo do parceiro:

Comentários