Perca dois quilos em 15 dias

Um plano equilibrado e variado, validado por uma dietista, que a vai ajudar a emagrecer em tempo recorde

Se lhe dissermos que não é difícil emagrecer, vai pensar que lhe estamos a mentir. Mas é verdade: pode consegui-lo e sem prescindir dos pratos de que mais gosta. E, o mais importante, sem arriscar a sua saúde.

Nada de doces, nem de pão, de massa... Não jantar, fazer exercício até à exaustão e não ceder nem a uma tentação. Assim qualquer pessoa emagrece. Mas fracasará no seu objectivo de se manter magra, porque um regime alimentar deste género não é saudável nem humanamente tangível.

O problema de entrar em dieta é que isso supõe uma mudança drástica dos nossos hábitos: normalmente, as dietas incluem alimentos que não costumamos comer e eliminam outros que consumimos habitualmente. Isto configura uma tarefa hercúlea e, por vezes, prejudicial para a saúde. Por isso, a dieta que lhe apresentamos é equilibrada, completa e variada e está validada pela dietista Marisa Costa, do Hospital de S. João, no Porto.

De tudo um pouco

Deverá comer entre quatro a cinco vezes ao dia e poderá comer de tudo. Desde que o faça nas quantidades apropriadas: um pouco de gordura (20 a 25%), um pouco de proteínas (10 a 15%) e um pouco de hidratos de carbono (60 a 65%). Para a dietista Marisa Costa, uma dieta saudável deve ser composta por todos os grupos alimentares, com variedade e, claro, equilíbrio, para não errar por excesso nem por defeito.

Hidratos de carbono

A dietista dá prioridade aos hidratos de carbono complexos (pão, massa, arroz, batata, leguminosas...) face aos simples (fruta, doces...); não têm as mesmas calorias nem são assimilados da mesma forma. Por isso, embora ambos devam ser ingeridos diariamente, devem sê-lo em diferentes proporções: os complexos, de preferência não refinados e sem gordura adicionada, são os principais fornecedores de energia, pelo que devem representar 50% da ingestão calórica total diária; os simples deverão ocupar apenas 10% do total calórico diário, valor que poderá ser cumprido com três peças de fruta.

Proteínas


Privilegie as proteínas provenientes do peixe face às da carne. E, quando comer carne, prefira o peru, o frango ou coelho em detrimento das carnes vermelhas e gordas. «Deve comer mais peixe (ou, pelo menos, alternar uma refeição de peixe com outra de carne), dois a três ovos por semana e três porções de lacticínios magros por dia», recomenda a dietista.

Comentários