Frutos silvestres mantêm o cérebro jovem

O seu consumo regular também previne o cancro e as infeções urinárias

Os frutos silvestres, em particular os mirtilos, podem reduzir a quantidade de mau colesterol no sangue, diminuir o risco de incidência de certos tipos de cancro e evitar infeções no aparelho urinário. Mas é o seu possível contributo para a juventude do cérebro e da mente que está a captar a atenção dos investigadores.

Tal como todos os tecidos no organismo, o cérebro possui uma defesa contra intrusos indesejados. A inflamação. Uma parte importante deste processo é a reação imunitária.

Esta implica a produção de radicais livres nocivos, os quais, para além de repelirem os invasores indesejáveis, danificam as próprias células cerebrais, sendo esta a grande causa do envelhecimento do cérebro.

Benefícios

Os frutos silvestres contêm grandes quantidades de polifenois, que combatem o envelhecimento do cérebro de duas formas:


  • Graças às suas propriedades anti-oxidantes, absorvem os radicais livres nocivos


  • Possuem propriedades anti-inflamatórias naturais, pelo que diminuem o número de células responsáveis pela reação imunitária, reduzindo assim o efeito de envelhecimento

Comentários