Framboesas protegem as células e ajudam a emagrecer

A aplicação direta de extratos deste fruto em células cancerígenas do estômago, cólon ou peito leva à sua destruição. Mas a sua ingestão no dia a dia também tem benefícios comprovados

Combatem a retenção de líquidos, libertam o organismo de toxinas, defendem o cabelo, as unhas e a pele. Com poucas calorias, as framboesas são uma ótima opção para quem está a fazer dieta. Setembro é o último mês da sua época mas, hoje em dia, sobretudo nas grandes cidades, já as encontra praticamente o ano inteiro. No início de 2012, uma equipa de cientistas americanos da Universidade de Clemson, nos EUA, anunciou ao mundo ter descoberto que a aplicação direta de extratos de framboesa em células cancerígenas do estômago, cólon ou peito resultava na sua destruição.

Acredita-se que o efeito é conseguido graças à presença de antioxidantes, como a vitamina C, mas poderão estar em causa outros compostos ainda por identificar. Esse é agora o trabalho dos cientistas. O seu é apostar no consumo deste fruto, cuja ação desintoxicante e diurética foi já comprovada. Uma das propriedades nutricionais que mais se destaca é a riqueza em vitamina C. Uma mão cheia deste fruto cobre cerca de 88% das nossas necessidades diárias desta substância.

Esta vitamina tem uma importantíssima função antioxidante, funcionando como um escudo protetor do organismo e ajudando a desintoxicá-lo. Para além disso, como melhora a absorção de ferro, o seu consumo é benéfico no caso de quem sofre de anemia. A vitamina C estimula a circulação, uma vez que é vasodilatadora e fortalece os capilares. Para cumprir esta função conta com as antocianinas, substâncias que conferem a cor vermelha às framboesas e cuja ação está associada à diminuição do risco de doenças como a de Parkinson.

Conservação

É um fruto com um sabor inconfundível, mas pouco fácil de encontrar, o que se explica, em parte, pelo facto de ser muito frágil. Dada esta característica, é aconselhável comê-lo logo após a sua  compra e, caso isso não aconteça, guardá-lo no frigorífico sem lavar previamente, no máximo durante dois dias. Pode também congelar as framboesas para, mais tarde, preparar purés, doces ou gelados.

Outros nutrientes

Para além da vitamina C, as framboesas oferecem um cocktail muito saudável de vitaminas e minerais:

- Vitamina A
Está disponível sob a forma de carotenos que ajudam a aumentar as defesas e protegem a visão.

- Ácido fólico
Uma vez que as necessidades desta vitamina aumentam durante a gravidez, as framboesas estão indicadas para as futuras mães.

- Vitamina B7
Contribui para que o organismo aproveite o ácido fólico e trabalhe a favor das unhas (crescem mais fortes) da pele (fica mais luminosa) e do cabelo (cresce com mais vigor).

 - Potássio e magnésio
O potássio evita a retenção de líquidos, regula a pressão arterial e tonifica os músculos. Relativamente ao magnésio, mantém os ossos e os dentes saudáveis.

 - Fibra
As framboesas são ricas em pectina, um tipo de fibra que favorece o trânsito intestinal e ajuda a expulsar toxinas.

Veja na página seguinte: Para quem são indicadas as framboesas

Para quem são indicadas as framboesas

Coma-as se for mulher e estiver grávida, se estiver a fazer uma dieta para emagrecer, se tiver tensão alta, se quiser melhorar a visão, se tiver prisão de ventre e/ou se pretender aumentar as suas defesas. Tenha, contudo, cuidado se sofrer de insuficiência renal, uma vez que estas têm um efeito diurético, não sendo por isso aconselhadas. Evite-as se for diabético pois as framboesas contêm muita glicose, substância que este tipo de doentes deve evitar.

Composição nutricional

Estes são os nutrientes por cada 100 g comestíveis:

34 calorias
0,9 g de proteínas
5,1 g de hidratos de carbono
0,6 g de gordura
6,7 g de fibra
229 mg de potássio
20 mg de magnésio
84,3 g de água
2 ug de vitamina A
30 mg de vitamina c

Texto: Madalena Alçada Batista

artigo do parceiro:

Comentários