Caldo desintoxicante (Dieta do)

Uma dieta rápida e fácil de seguir para quem precisa de perder peso com urgência

Já se consegue imaginar a usar aquele vestido justo que está guardado há meses?

De facto, esta dieta é extremamente eficaz para perder aqueles quilinhos a mais de forma rápida porque reduz a ingestão de determinados hidratos de carbono, ao mesmo tempo que aumenta a quantidade de proteínas.

Não é uma dieta proteica ou proteinada pura e dura (que elimina os hidratos de carbono, as frutas e as verduras), mas é uma versão mais equilibrada, apta para todo o tipo de pessoas e com um ligeira adaptação que é a chave para que possa ser seguida de forma realista e simples, sem riscos e sem que, por isso, perca eficácia.

A introdução de determinados hidratos de carbono integrais de absorção lenta e de algumas frutas e verduras (nem todas são permitidas neste plano) melhora o trânsito intestinal e não provoca alterações no metabolismo e no sistema nervoso (a eliminação total de hidratos de carbono pode gerar episódios de ansiedade e depressão).

Uma semana, inúmeras vantagens

A indicação mais importante deste plano é a de que não deve ser seguido durante mais do que uma semana.

De qualquer a forma, a dieta pode ser repetida de tempos a tempos, quando sentir necessidade de eliminar as toxinas do organismo e está indicada enquanto regime de emagrecimento para homens ou mulheres com um excesso de peso médio/moderado, sem doenças incompatíveis com a adopção de um plano alimentar hipocalórico e restritivo.

A receita do caldo detox

A base da dieta é uma sopa preparada com 4 alhos-franceses, 2 nabos, 1 cebola e um pouco de aipo, que deverá comer sempre que sentir fome.

- Para cozinhá-ladeve cortar os alhos-franceses em pedaços e salteá-los em azeite (na quantidade mínima indispensável) até que ganhem cor.

- Adicione o resto dos ingredientes também cortados em pedaços e junte água (cerca de 1 litro). Ferva até que todos os pedaços fiquem praticamente desfeitos e tempere com uma pitada de sal. Complemente com algo mais.

Comentários