Águas de todo o mundo em 15 grandes marcas

Além dos gigantes que inicialmente instigaram este mercado, como as marcas Vittel, Perrier ou Evian, pode hoje encontrar uma diversidade inimaginável de marcas de água capazes de satisfazer (mais do que a mera curiosidade) a exigência do “gourmet” conhecedor.

Assim é nos restaurantes de qualidade, que provavelmente irão evoluir para a presença de “sommeliers” especializados em águas, enquanto as lojas “delicatessen” já incluem um leque de escolhas raramente inferior a uma boa dúzia de marcas, quer de Portugal quer do estrangeiro, e organizam provas exclusivas. E até os super mercados garantem o acesso a uma opção criteriosa e diversificada, cada vez mais distante do mero condicionamento do preço. A verdade é que a água atingiu um patamar de estrelato entre os produtos “gourmet”. Vejamos alguns bons exemplos…

ELSENHAM
Água riquíssima em minerais, particularmente cálcio e ferro, a britânica Elsenham apresenta-se numa elegantíssima garrafa que ronda o luxo, sendo especialmente benéfica para a densidade óssea. Mantida pela Natureza num lago subterrâneo com um raio de 300 metros que outrora esteve debaixo do mar, é uma das águas mais puras que se pode encontrar.
Pode comprá-la nalgumas lojas “gourmet” e em Spas de muita qualidade.

FIJI
Atravessando o Pacífico até às ilhas Fiji, esta água é purificada pelos ventos. Aí, protegida pelas rochas vulcânicas, acumula uma específica mistura de minerais e de sólidos, no vale Viti Levu, longe de todos os outros continentes e da poluição, sendo engarrafada dentro do aquífero – na fonte –, assim evitando-se que tenha contacto com o meio ambiente, pois só volta a sentir a atmosfera quando é aberta para consumo.
Trata-se da única água que Cameron Diaz e Tom Cruise dizem beber.

SAN PELLEGRINO
Rica em minerais, a San Pellegrino é uma água carbonada mineral engarrafada desde há 600 anos nas Termas de São Pelegrino, em Milão, proveniente de três fontes distintas que emergem a 22 graus. Após uma subida de 400 metros, desde a rocha vulcânica abaixo do solo onde se encontra, a San Pellegrino é posteriormente filtrada para que apresente um composto mineral equilibrado. Pode encontrá-la com facilidade em diversos pontos de venda e nalguns restaurantes.

CLOUD JUICE
Cerca de 400 vezes mais pura do que mandam os “standards” da Organização Mundial de Saúde, a Cloud Juice, tal como o nome indica, é pura água da chuva. Um litro de Cloud Juice contém cerca de 9.000 gotas de chuva caídas de nuvens que viajaram 11 mil quilómetros desde o grande mar do Sul até às verdes ilhas King, entre a Tâsmania e a costa sul da Austrália. Pode imaginar-se algo mais puro?


1Litre
Será difícil resistir à sedução da embalagem revolucionária da água 1Litre – que pode (e deve!) levar consigo, e que inclui um copo. Trata-se de uma água proveniente do coração do Canadá e que tem um equilíbrio mineral óptimo. 

SAINT GEORGES
Se for particularmente sensível ao “design”, não lhe passará despercebida a nova garrafa “pet” da Saint Georges, desenhada por Phillip Stark a partir de uma antiga garrafa romana de remédio que o conceituado “designer” francês encontrou numa farmácia da Córsega. A tampa é preta, sugerindo a origem da água – a própria Córsega –, e trata-se de uma água levíssima, sem nitratos, proveniente de uma fonte granítica localizada a mais de mil metros acima do nível do mar.

GLACIAR
Embora em Portugal não vejamos, ainda, grandes projectos de “design” associados às embalagens de água, a verdade é que, falando da matéria-prima propriamente dita, temos alguns segredos bem guardados. É esse o caso da água Glaciar, proveniente da zona protegida do Parque Natural da Serra da Estrela, onde a poluição dificilmente chega, pois é captada a 1400 metros de altitude. Trata-se de uma das mais leves águas portuguesas, porque percorre especialmente rocha granítica, que lhe confere poucos sedimentos. Encontra a

MONCHIQUE
Mais a sul de Portugal, sob as termas ali existentes, é captada neste oásis algarvio de extraordinária beleza natural – a Serra de Monchique – uma água conhecida pelas suas propriedades medicinais, bicarbonatada, sódica e rica em flúor, elementos que lhe foram concedidos pelo contacto com sienitos, nefelinicos e xistos muscovianos.

ISKILDE
Dando o nome a esta marca, que em escandinavo quer dizer “fontes frias”, existe um manancial com 8 graus negativos, provavelmente mantido durante milénios, localizado 150 metros abaixo do solo, sob camadas de quartzo das reservas naturais do Norte da Dinamarca. A temperatura deste reservatório natural, bem como a distância das áreas populacionais causadoras de poluição, conferem-lhe um carácter de excepcional pureza.

LAUQUEN
Oriunda da Patagónia, esta água é engarrafada num bosque virgem de 20 hectares, emergindo a 4 graus de temperatura do manancial gelado mais profundo dos Andes, localizado 500 metros abaixo da superfície. Responsável pelo seu delicado sabor é a mistura única de minerais existente nesse ambiente.
A elegância e transparência da garrafa das águas Lauquen reflectem o ambiente de beleza simples, natural e pura dessa parte da América do Sul.

H2O, OGO E OXYGIZER
Extreme H2O, OGO e Oxygizer – três marcas que lhe oferecem uma lufada dupla de ar fresco. No caso da OGO, 35 vezes mais do que a quantidade normal. Estas águas constituem uma literal recarga de oxigénio, com que foram enriquecidas, e de que precisará após ter feito exercício físico ou um imenso esforço mental.
A H2O vem numa embalagem com um clipe e adapta-se ao formato da anca, possibilitando que a transporte enquanto faz o seu “jogging”!

VOSS
Conhece seguramente a Voss, na sua garrafa cilíndrica, completamente original, criada por um homem que começou a sua carreira ligado à moda e decidido a introduzir no mercado uma água com um preço “premium” e projecção mundial. A Voss é engarrafada a partir de um manancial puríssimo situado no sudoeste norueguês, entre areia, rocha e gelo, a temperaturas muito baixas.

PEDRAS SALGADAS
Quando pedimos uma “água das pedras” – pela força da marca, de há várias gerações conhecida e apreciada – é como se estivéssemos a falar de uma categoria específica de água, pela sua forte mineralização e gaseificação inerente à passagem por rochas. Esta água é gasocarbonizada de forma 100% natural, já foi medalhada em diversas partes do mundo e é captada em plena região transmontana, longe da poluição, na zona do alto Tâmega. A sua constância de sabor a “pedras” é-lhe conferida pela idade de um percurso através de rochas graníticas, e a expectativa que temos ao bebê-la é sempre satisfeita, sem quaisquer diferenças, ao longo do tempo.

artigo do parceiro:

Comentários