6 regras a seguir para fazer boas compras nos saldos

O segredo das épocas de baixa de preços passa por fazer bons negócios. Dicas essenciais para conseguir as melhores aquisições sem arruinar a sua conta bancária

Já não são só elas. Não há quem não conte os dias para aquela que é uma das épocas mais desejadas do ano, o frenesim dos saldos e das maiores promoções. É a altura perfeita para soltar um bocadinho os cordões à bolsa e darmo-nos ao luxo de comprar aquela peça que andamos a namorar há séculos. No entanto, e porque os tempos são outros, é necessário refrear a cabeça e evitar a temida compra por impulso. Para o ajudar, reunimos uma série de dicas para tirar o maior proveito dos saldos, sem arrependimentos nem surpresas na conta bancária ao fim do mês.

6 conselhos fundamentais para não ir à falência

1. Faça uma vistoria ao seu guarda-roupa e investigue, peça a peça, aquilo que usa, o que vai usar e o que, definitivamente, só serve para ocupar espaço.

2. Anote as peças em falta. Comece pelos básicos que devem estar sempre impecáveis, como lingerie ou um par de jeans. Aproveite a baixa do preço e aposte em materiais com bons acabamentos. Rapidamente sentirá o retorno do investimento.

3. Antecipe-se ao terrível passo da compra inconsciente. Aqui entram as peças que achamos giras, os it da estação. Selecione apenas duas ou três tendências e aposte em meia dúzia de peças, optando por peças como umas calças de padrão florido ou aquelas sandálias amarelo néon em que anda fixada desde o início da estação.

4. Não compre peças que não sejam do seu tamanho, só porque acha o máximo ou porque é barata ou ainda porque acredita que para o ano, quando perder aqueles quilos, poderá vir a usá-la. Esqueça, vai ficar linda no armário, mas não vai sair de lá. E não são só as mulheres. Ainda que em menor escala, eles também tendem a cometer este erro.

5. Já deu uma vista de olhos nas tendências da próxima estação? Se não o fez, é a altura certa para o fazer. Encontrará com certeza peças em saldo que irão servir para o próximo outono/inverno. Invista num blazer preto de corte impecável, num trenchcoat ou numa camisa branca.

6. Por fim e não menos importante, defina um orçamento para a sua ida aos saldos e cumpra-o. As suas finanças e o seu guarda-roupa agradecem.

O que são lojas fast-fashion?

Fast-fashion ou moda rápida significa lojas voltadas para o consumo rápido. São prateleiras constantemente cheias com as tendências da estação. A ideia é fazer o consumidor não esperar pelos saldos: se gosta de uma peça, convém levar logo porque na semana seguinte pode já não existir.

Texto: Pureza Fleming

artigo do parceiro:

Comentários