Acne tardia é cada vez mais comum

Esta doença também atinge as mulheres depois dos 20 anos. Sabia? A poluição, o stresse e uma alimentação rica em gorduras e açúcares estão na origem do fenómeno.

Comparison portrait of young girl with problematic skin before and after treatment

créditos: Dmitrii Kotin

Se sempre pensou que a acne é uma doença própria da adolescência, então estava enganada. Apesar de ser uma das principais causas que leva os jovens aos consultórios de dermatologia, a acne pode surgir também depois dos 20 anos. É a chamada acne tardia que tem especial incidência no sexo feminino, afetando a pele, mas surtindo também um impacto emocional que deve ser gerido, de forma a evitar efeitos negativos graves, como é o caso da depressão.

Para que possa escapar a este quadro ou preparar-se melhor para o enfrentar, entrevistámos António Massa, dermatologista, que também nos respondeu enquanto membro do PAAB - Portuguese Acne Advisory Board, constituído por um grupo de dermatologistas portugueses que definiu linhas de orientação para o tratamento da acne, elaboradas de acordo com o contexto internacional, para homogeneizar as estratégias terapêuticas em Portugal e no mundo.

O que é a acne?

É um processo inflamatório crónico da glândula sebácea em que há uma produção aumentada de hormonas conhecidas como androgénios. Dá-se um aumento simultâneo da produção de sebo e a redução do diâmetro por onde este sebo sai para a pele, complicando-se com a infeção. Isto é visível graças às pústulas, mais conhecidas como espinhas.

O que caracteriza esta doença?

Resultante das alterações que referi, há o aparecimento de pontos negros e pontos brancos (sendo os primeiros mais superficiais), espinhas, borbulhas, caroços e ainda quistos que podem resultar em cicatrizes ou marcas. Localizam-se preferencialmente na face, tronco, podendo aparecer no terço superior dos braços, pescoço e abdómen.

Quais as diferenças entre a acne que ocorre na adolescência e a acne tardia?

Na acne mais tardia, a localização é predominantemente no terço inferior da face e pescoço. Há também uma relação mais marcada de agravamento com a aproximação do período menstrual.

Por que razão afeta mais as mulheres?

Provavelmente está relacionado com as flutuações hormonais femininas.

O uso de certos cosméticos, a poluição ou a pílula interferem na acne?

Pensa-se que o estilo de vida não interfere, podendo no entanto o uso de cosméticos comedogénicos (com óleos) serem razão potencial de agravamento. Com a poluição não é conhecida qualquer relação. A pílula, regra geral, melhora a situação sabendo-se hoje que as acnes são mais reduzidas, em frequência e intensidade, desde que as doentes iniciam a sua toma.

Que tratamentos existem para a acne tardia?

Os tratamentos tópicos, de forma geral, são semelhantes aos que se utilizam na acne juvenil, bem como a medicação oral. Como continuidade poderemos recorrer a medicamentos ditos antiandrogénicos.

Veja na página seguinte: Como se processam estes tratamentos

Comentários