Como usar champô seco

Sabia que é possível lavar, pentear e, até, disfarçar cabelos brancos sem água?

O champô seco é um cuidado imprescindível para qualquer mulher ocupada. Aprenda a tirar partido deste cosmético. Este produto apresenta-se sob a forma de vaporizador ou pó e tem como principal objetivo absorver o excesso de sebo produzido pelo couro cabeludo. Este pó milagroso, como há quem lhe chame, consegue, literalmente, retirar o aspeto oleoso e lambido do cabelo e, em poucos minutos, criar a ilusão de um cabelo acabado de lavar e submetido a um brushing.

Usá-lo entre lavagens faz com que os óleos naturais produzidos pelo couro cabeludo permaneçam em contacto com o cabelo durante mais tempo, o que é benéfico. Na verdade, a única razão pela qual não deixamos de lavar o cabelo (além do cheiro, claro) é porque fica com um aspeto sujo. Logo, o champô seco reúne o melhor dos dois mundos, já que permite que os óleos se mantenham no lugar, nutrindo o cabelo, enquanto o pó remove o brilho indesejado.

Quando aplicar?

O champô seco deve ser usado no cabelo seco. Pode usá-lo quando o cabelo começa a aparentar estar sujo, dois ou três dias depois de o lavar, mas melhor ainda é usá-lo logo após ter lavado e feito o brushing. Desta forma, mal os óleos se libertam, são apanhados pelo pó, o que impede que o cabelo fique sujo. Assim, o cabelo ganha volume e textura.

Como aplicar?

1. Agite bem o produto e pulverize-o a 30 cm do cabelo, risca a risca.

2. Deve usá-lo nas áreas do cabelo que parecem sujas. Se tiver o cabelo solto, aplique-o no topo, na zona do risco e na parte frontal. Se tiver o cabelo apanhado num rabo de cavalo ou coque, deve usar um pouco na zona da nuca.

3. Deixe atuar dois minutos e escove cuidadosamente, para eliminar resíduos de pó.

Versatilidade em pó

Utilizações diferentes para tipos de cabelos diferentes:

- Cabelo sujeito a instrumentos de calor

Aplicar champô seco nas madeixas acabadas de esticar prolonga a duração do alisamento. As temperaturas elevadas estimulam a produção de glândulas sebáceas no couro cabeludo. O óleo, o suor e a humidade fazem com que os caracóis voltem a aparecer. Usar champô seco nas raízes diminui o efeito frizz porque absorve todas estas impurezas.

- Cabelo curto e com franja

Um cabelo com estas características está em contacto permanente com a testa, agarrando o óleo da pele do rosto e provocando a inestética separação de madeixas na franja. Uma vaporização com champô seco resolve o problema e dá volume e textura ao cabelo.

- Cabelo espesso e encaracolado

A maioria das mulheres de cabelo grosso ou naturalmente encaracolado acha que não pode usar champô seco. A verdade é que não só podem como devem. Quando o cabelo é muito grosso ou crespo não tem humidade, pois os óleos não descem pelo cabelo tão depressa. Deixar passar mais um dia entre lavagens permite que os óleos naturais atinjam mais zonas do cabelo.

Texto: Madalena Alçada Baptista

artigo do parceiro:

Comentários