Os diferentes tipos de parto de acordo com a posição do bebé

Conheça as diferentes posições que o bebé pode adotar no útero e entenda como cada uma mesmas influencia a escolha do tipo de parto.

Muito se fala de posições certas e erradas para o bebé nascer de parto normal. No entanto não existe uma posição “errada”, existem sim posturas que podem tornar o parto normal mais complicado ou mesmo posições em que a realização de uma cesariana é necessária. Porém, o mais comum é que a maioria das grávidas esteja apta a ter um parto normal, uma vez que os bebés frequentemente adotam a melhor postura para isso acontecer até o momento do nascimento. O que vai verdadeiramente determinar a influência no tipo de parto é a posição em que o bebé se encontra no momento do nascimento, independente de outras em que ele já possa ter estado ao longo da gestação. O mais indicado, considerando apenas a posição do feto, é esperar até ao início do trabalho de parto para concluir se a cesariana será ou não necessária. Afinal, a probabilidade é de que o bebé assuma a posição certa para que a mãe possa ter um parto normal. E pode não acreditar, mas é possível o bebé dar a volta até aos últimos dias antes de ficarem completas as 40 semanas.

Veja então quais são as posições mais comuns do bebé e como cada uma delas influencia na hora do parto:

Posição cefálica


A posição cefálica é aquela em que o bebé está de cabeça para baixo. Esta é a melhor posição de forma geral para o nascimento por parto normal. Além disso, é a posição mais comum: estatísticas apontam que em mais de 90% dos casos o bebé assume naturalmente a posição cefálica. Conforme a flexão da cabeça do bebé, a posição cefálica pode ser fletida ou defletida de 1º, 2º (de fronte) ou 3º grau (de face).

Posição pélvica


Quando o bebé está sentado – ou seja, de cabeça para cima – ele está em posição pélvica. Embora muito se especule sobre a impossibilidade do parto normal quando o bebé está sentado, é possível que aconteça, dependendo do especialista que a segue, pois é sempre um parto mais difícil.

Veja ainda: As perguntas que todas as grávidas querem fazer antes e depois do parto

Saiba também: Problemas imunológicos que podem impedir a gravidez

Comentários