O sorriso do seu filho

Os conselhos que o odontopediatra recomenda

Não julgue que é demasiado cedo. É aos seis meses que surge o primeiro dente e é também nesta altura que a rotina de higiene se começa a impor.

A limpeza deve ser feita com uma compressa ou gaze húmida, sendo a escova usada após os dois anos, nunca antes. 

Se a criança já tiver alguma autonomia, poderá usá-la a partir de um ano de idade, sem dentífrico ou com uma fórmula apropriada, mas sempre com a sua ajuda e sob a sua supervisão. Incentive o seu filho, desde cedo, a escovar os dentes.

 

Até aos cinco ou seis anos, devem ser os pais a fazer a escovagem. Depois a criança deve ser sempre supervisionada até aos 10 ou 12 anos. A criança deve fazer três escovagens por dia (dois a três minutos cada), sendo as da manhã e da noite as mais importantes. Cada uma deve terminar com a limpeza da língua.

Os aliados de uma boa higiene oral

Opte por uma escova pequena de cerdas macias e um dentífrico específico para esta fase, cujo menor teor em flúor reduz o risco de intoxicação. O facto de o sabor ser demasiado agradável e de não haver supervisão, pode levar a criança a ingerir o dentífrico que, portanto, idealmente, não deveria ter sabor. O elixir e o fio dentário surgem assim que a maturidade da criança o permitir e sempre com supervisão do adulto. Não descure esta sua tarefa. 

Maus hábitos

Usar a chupeta até tarde pode deixar sequelas. O ideal seria que a criança não a usasse. Ainda assim, até os dois anos esse hábito não é muito prejudicial, já que os danos podem ser corrigidos e a dentição volta ao normal. Após essa idade não deverá ser usada. Aí convém avaliar se a criança substitui esse hábito por outro (chuchar no dedo ou na língua) que pode gerar problemas ainda maiores.

 

O pior inimigo dos dentes são os alimentos ricos em açúcar, mas o leite também pode fazer estragos se for dado à criança ao deitar, após a última escovagem. Assegure-se que a criança tem os dentes bem limpos antes de dormir e sempre que possível inclua os doces na refeição ou dê-os preferencialmente em casa para a sensibilizar para a escovagem, logo depois. Se tiver este hábito a incidência de cárie diminui. Seguir uma dieta rica em cálcio, fósforo e vitamina D são outras regras a seguir.

Comentários