«As dietas trazem-nos infelicidade»

Feliz e em forma, aos 34 anos, Rita Pereira partilha os seus rituais de vida saudável. Em entrevista, a atriz revela, ainda, que está empenhada em viver o presente e em cuidar de si

«As dietas trazem-nos infelicidade»

Atriz por paixão e vocação, Rita Pereira tem brilhado nos últimos anos nas telenovelas da TVI. Apaixonada por animais, não vive em suas suas cadelas, com quem gosta de passear na praia. Em entrevista à Prevenir, a intérprete de «Luena» em «A única mulher», explica o que faz para se manter em forma e revela como encara atualmente a vida. Veja também a galeria de imagens que fez para a capa da revista.

Tem mais de um milhão de seguidores no Facebook. Como explica que tantas pessoas gostem de seguir o seu dia a dia?

Penso que a primeira razão é o meu trabalho. As pessoas gostam do que faço enquanto atriz e acabam por querer saber um pouco mais sobre mim. E, talvez, também devido à naturalidade dos meus posts, o modo como comunico com as pessoas, o facto de não ter qualquer problema em aparecer sem maquilhagem, de fato de treino ou pijama. Creio que é essa espontaneidade que faz com que as pessoas se sintam mais próximas de mim.

Com uma exposição mediática tão grande, como gere emocionalmente a crítica?

A maturidade e os anos de experiência levam-nos a dar menos valor a críticas que não sejam construtivas. Temos de aprender a lidar com isso. Eu aprendi!

Tem uma agenda bastante preenchida. Como encontra tempo para fazer o que mais gosta?

Sou muito organizada. Escrevo tudo, para não me esquecer de nada. Tenho, sobretudo, força de vontade e faço as coisas por prazer. Faço aquele trabalho porque o quero fazer com vontade e não porque me foi imposto ou porque me dá dinheiro. E essa vontade faz-me ser organizada…

No dia a dia, de que ritual saudável não abdica?

Olhar para o mar, passar pela [Avenida] Marginal [que liga Lisboa a Cascais]. Esse é um dos segredos que me permitem libertar do stresse.

Está em excelente forma, possivelmente a melhor de sempre. É assim que a vemos. Também é assim que se vê?

Sinto-me bem com o meu corpo e sinto-me, acima de tudo, saudável, que é como nos devemos sentir. Se fizermos dietas desequilibradas, acabamos por passar um dia sem energia, infelizes, porque as dietas trazem-nos também infelicidade.

Veja na página seguinte: O que Rita Pereira faz para comer menos

Comentários