5 aplicações móveis para corações solitários

Os tempos mudaram e as formas de seduzir e de conquistar também. Descubra algumas das aplicações mais utilizadas nos dias que correm para encontrar um(a) companheiro(a) online.

O paradigma mudou. A vida preenchida e agitada dos dias de hoje nem sempre deixa margem de manobra para conhecer novas pessoas e muito menos para encetar novos relacionamentos. Polly Mosendz, jornalista da Bloomberg, analisou o assunto para um artigo e descobriu que, tal como sucede com as agências matrimoniais, as novas gerações estão dispostas a recorrer a aplicações móveis para encontrar o amor, estando inclusivamente muitos dispostos a pagar por isso.

90% dos utilizadores destas apps têm entre 23 e 36 anos. Apesar de muitos deles não terem um emprego estável ou receberem abaixo da média, muitos estão dispostos a abrir os cordões à bolsa, desde que os custos de subscrição não ultrapassem os 15 dólares, cerca de 12,50 euros. Muitas das que existem têm, contudo, a vantagem de (ainda) serem gratuitas, como é o caso das cinco mais utilizadas em todo o mundo.

Como proceder para se inscrever:

- Tinder

O registo é vinculado à conta do Facebook. Na personalização do perfil, inclua uma fotografia sua, indique o sexo e o de quem procura, o intervalo de idades que prefere e o raio de distância máxima a que os candidatos podem estar de si. Disponível para iOS e Android.

- Happn

O registo é feito através do Facebook. Indique o sexo  e o intervalo de idades do seu interesse. Disponível para iOS, Android e Windows Phone. Se não quiser esperar pela correspondência, tem a opção charme e, se a usar, o outro utilizador recebe de imediato um alerta acerca do seu interesse.

- OkCupid

É-lhe feito um questionário sobre religião, sexo, estilo de vida, ideologias, entre outras. Tem que responder sobre si, sobre a resposta ideal da pessoa que procura e a importância de cada tema. Disponível para Windows Phone, iOS e Android e online em www.okcupid.com.

Veja na página seguinte: Outras aplicações móveis que ajudam a encontrar o amor

Comentários