Portugueses gastam menos e trabalham mais durante o fim de semana, conclui estudo

As pessoas e a quebra na rotina continuam a ser os grandes fatores de influência na transformação de um fim de semana comum num fim de semana em grande

Um estudo realizado pela Budget Rent a Car sobre a qualidade de vida aos fins de semana concluiu que os portugueses tiveram, em média, 6 fins de semana que consideraram ótimos nos últimos 12 meses – mais um do que no ano anterior. A média europeia é de 7 fins de semana.

Quanto aos efeitos, um fim de semana em grande parece continuar a ser maioritariamente benéfico, com 84% dos inquiridos a afirmar sentir-se mais amigável, ou mais agradável no local de trabalho. Existiu, no entanto, também uma ligeira subida no número de inquiridos que afirmou precisar de um dia para recuperar do fim de semana, 27% face a 16% em 2014, ou sentir-se exausto, com 22% de respostas afirmativas face a 15% no ano anterior.

O inquérito anual Budget pretende perceber se os portugueses estão a aproveitar ao máximo os seus fins de semana, e como os seus hábitos se relacionam com os dos restantes clientes europeus.

O Estudo Budget #GreatWeekend foi conduzido pela Opinium em julho de 2015 e inquiriu 7000 adultos de 7 países europeus (Reino Unido, Espanha, Portugal, Holanda, França, Itália e Alemanha) de modo a identificar os fatores que tornam um fim de semana comum num fim de semana em grande, e encorajar os seus clientes a terem um mais frequentemente. A pesquisa complementa as parcerias contínuas da Budget com um grupo de 28 Instagramers de vários países europeus, que oferecem inspiração para o que fazer e onde ir, de carro, durante o fim de semana.

Algumas conclusões do estudo incluem:

• Apenas 9% dos portugueses consideram não ter tido nenhum fim de semana em grande nos últimos 12 meses, face à média europeia de 12%. Em 2014, a percentagem nacional fora de 14%.

• A percentagem de portugueses que tiveram uma experiência nova no último fim de semana diminui 5% face a 2014, com apenas 8% dos inquiridos a responder afirmativamente.

• O orçamento disponível para o fim de semana está mais baixo: os portugueses estão dispostos a gastar apenas 160 euros, face aos 172 euros disponíveis em 2015. Portugal é o único dos países inquiridos a apresentar uma tendência de diminuição.

• Em sentido contrário, o tempo gasto a trabalhar durante o fim de semana aumentou: mais de metade dos portugueses (54%) fala ou discute sobre assuntos de trabalho no fim de semana, face aos 45% em 2014, e 35% verificaram e-mails de trabalho todos os fins de semana, face aos 33% no ano anterior.

Ver artigo completo

Comentários