"Ainda guardo o relógio da Abelha Maia que os meus avós me deram na 4ª classe"

Conheça Carmen Rodrigues, a cara por detrás do blogue o Breakfast@Tiffanys
créditos: Retratos Contados

Carmen, fala-nos dos teus avós paternos e maternos.

Carmen Rodrigues: Os meus avós paternos nasceram e viveram na zona de São Pedro do Sul, a chamada Sintra do Norte. Os meus avós maternos eram de Lisboa onde nasceram e viveram.

Que importância tiverem ou ainda têm os teus avós na sua vida?

Carmen Rodrigues: No caso dos pais do meu pai não tiveram grande influência visto que apenas estava com a minha avó paterna nas férias de Verão. Curiosamente dizem que herdei a sua boa pele, a minha avó aos 90 quase não tinha rugas. O meu avô paterno infelizmente faleceu ainda antes de eu nascer. Os meus avós maternos, sobretudo a minha avó, tiveram uma grande influência na minha vida. Nunca deixei de sentir a sua falta!

Que características sentes ter herdado dos seus avós?

Carmen Rodrigues: Considero que a minha avó materna teve um papel fundamental na minha educação e princípios. Ainda hoje penso muito em alguns conselhos que me dava. A forma de estar na vida, o respeito pelos outros, ética, infelizmente tão caídos em desuso nos dias que correm.

Quais as memórias mais antigas que tens com os seus avós?

Carmen Rodrigues: Mais uma vez as principais memórias são dos meus avós maternos…As tertúlias do meu avô com os amigos. As tardes que passava com a minha avó a desenhar roupa para as minhas bonecas e ela a cozer os vestidos, a fazer jeans, chapéus e outras peças que não se vendiam…Sempre fui vaidosa! O relógio Timex da Abelha Maia que me ofereceu quando terminei a quarta classe e que ainda hoje guardo. Recordo-me também dos pratos da minha avó: O arroz doce, o puré de batata com um delicioso bife do lombo, o doce de tomate…Entre outras delicias que nunca mais voltei a provar igual.

Os seus avós ajudaram-na a ser o que és hoje?

Carmen Rodrigues: Sem dúvida, mais uma vez a minha avó foi a minha grande mentora e um exemplo de mulher. Criou sozinha 7 irmãos, porque a mãe morreu ainda jovem. Era uma grande mulher, extremamente empreendedora e independente para a altura e foi com ela que aprendi a acreditar e a perseguir os meus sonhos.

Comentários