25 coisas sobre Diana que (quase) ninguém sabe

Antes de casar com o príncipe Carlos, que já tinha tido um flirt com a sua irmã mais velha, fez limpezas, tomou conta de crianças e deu aulas de dança. Um dia, com a cunhada, roubou o carro à rainha-mãe.

1. Lady Di, uma das mulheres mais fotografadas do século XX, nasceu a 1 de julho de 1961, na aldeia de Sandringham, no condado inglês de Norfolk. Foi a terceira filha do sexo feminino e também a penúltima de Frances Shand Kydd e do o conde John Spencer. O casal teve cinco filhos, John Spencer, Charles Edward Spencer, Cynthia Jane Fellowes, Diana Frances Spencer e Sarah McCorquodale. John morreu pouco depois de nascer.

2. Em criança, Lady Di, como mais tarde ficaria conhecida, queria ser bailarina. Mas, além de ter crescido demasiado, nunca se conseguiu destacar o suficiente nas aulas de ballet para que a encorajassem a seguir uma carreira a sério.

3. Os pais de Diana de Gales separaram-se em abril de 1969, tinha a futura princesa oito anos. Frances Shand Kydd, mãe de Lady Di, de quem sempre foi muito próxima, passou a ser renegada pelos seus pares por ter abandonado o marido ao fim de anos de (in)felicidade numa altura em que, socialmente, os casamentos ainda eram para a vida.

4. Apesar da relação com o pai, o conde John Spencer, ter sido sempre calorosa e amistosa, a princesa nunca gostou da sua segunda mulher, Raine, a quem se referia como «acid rain», «chuva ácida» em português. O também visconde de Althorp tinha a alcunha de Johnnie.

5. Sarah McCorquodale, irmã de Lady Di, que sofreu de anorexia durante anos, teve um breve flirt com o príncipe Carlos antes de ele conhecer aquela que viria a ser a mãe dos seus dois filhos. A princesa, na altura com 16 anos, foi-lhe apresentada num campo em Nobottle Wood, propriedade da família Spencer.

6. Diana Frances Spencer morava num modesto apartamento num primeiro andar de Colehern Court, em South Kensington, em Londres, quando começou a namorar com o príncipe Carlos. Na altura, trabalhava no infantário Young England.

7. Antes de trabalhar no infantário Young England, em Pimlico, em Londres, a futura princesa teve vários empregos em part-time. Fez limpezas, tomou conta de crianças e deu aulas numa escola de dança.

8. O romance com o príncipe de Gales foi tornado público em setembro de 1980. Para enganar os paparazzi que de imediato começaram a cercar a sua casa, Lady Di deixava o carro estacionado à porta de casa, saía pelas traseiras e apanhava um táxi para ir para o trabalho.

9. Diana Frances Spencer casou com o príncipe Carlos a 29 de julho de 1981 naquela que foi uma das cerimónias mais mediáticas até então. Na noite que antecedeu o casamento, os nervos e a ansiedade não a deixaram dormir.

10. Um dos momentos mais caricatos do casamento da futura princesa aconteceu em frente à Catedral de São Paulo, em Londres, onde Lady Di casou. Quando o coche que transportava a noiva chegou, todos sustiveram a respiração, até que alguém, no meio da multidão, inesperadamente, gritou «O vestido está todo amarrotado!».

«Era verdade», confirma Jayne Fincher, fotógrafa da casa real britânica, autora do livro «Diana - Retrato de uma princesa». A longa saia de criolina em seda cor de marfim e o laço antigo que a ornamentava tinham sido esmagados durante o trajeto. As damas de honor demoraram algum tempo a compor a cauda de seis metros para que a noiva pudesse subir ao altar.

Veja na página seguinte: As gafes de Diana e Carlos durante o casamento

Comentários