Não dramatize tudo

Desligue o complicómetro e seja mais feliz

Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa a palavra drama significa “Acontecimento comovente. Cena pungente. Fazer (um) drama: exagerar a gravidade ou o aspeto negativo de algo”.

Algumas pessoas, sem terem verdadeira consciência disso, fazem um drama constante, dia a dia, das suas vivências, com consequências negativas na arte de bem viver. Todos os dias precisam de uma história dramática e trágica para contarem. O drama diário assume uma representação individual e social onde representam o papel dos sobreviventes e/ou das vitimas (mártir). Consideram que são vítimas das outras pessoas, do mundo à sua volta e que a vida e os relacionamentos são complicados.

Reflita sobre esta questão

Você considera que vive dependente do drama diário? Considera que o drama é uma razão que a mantém viva, ativa, alerta e focada nos seus objetivos?

Algumas dinâmicas evidenciadas na família de origem associado e que reforçam o drama ao longo da vida:

- Casos de alcoolismo ou dependência de drogas lícitas e/ou ilícitas

- Co-dependência

- Doença mental crónica

- Regras familiares excessivamente rígidas, castigos físicos, punição, censura, perfecionismo,

- Falta de manifestações de amor

- Abuso em criança: emocional, físico e/ou sexual

- Perturbações associados ao stress pós-traumático.

continua na página seguinte

Comentários