Tenha a vida que sempre quis

Como é que se vê e onde é que quer estar daqui a um ano? 16 estratégias para alcançar o seu ideal de vida sem mudar radicalmente o seu dia a dia!

Acabaram as férias e as sempre revigorantes pausas. Voltou ao trabalho e às rotinas de sempre. Sente-se cansado e ainda agora regressou? Por que não fazer uma revisão das várias áreas da sua vida e dar-lhes um novo fôlego? Propomos que melhore a sua carreira profissional, procure um hobby que a realize, encontre, finalmente, uma modalidade que não a vai fazer desistir, revitalize a sua relação, revolucione a sua dieta e descubra os alimentos que o fazem, mesmo, sentir-se em forma, renove a sua imagem, dedique mais tempo aos seus amigos...

Em suma, que conquiste a vida que sempre que quis. Para a alcançar siga as estratégias dos especialistas. Todas as alturas são boas para empreender este plano, apesar de haver cada vez mais gente a estabelecer este tipo de objetivos no início de cada ano. Foi no Japão que a escritora francesa Dominique Loreau encontrou a vida que sempre quis. «Compreendi que a procura da simplicidade era a maneira mais justa de viver simultaneamente com conforto e segundo a minha consciência», refere.

«Aceitar a vida tal como se apresenta, sem procurar explicar tudo, analisar, dissecar. Em poucas palavras viver zen», refere mesmo a autora em «A arte da simplicidade», publicado em Portugal pela Editorial Bizâncio, um livro que reúne inúmeros conselhos que permitem alcançar este ideal de vida. No entanto, não precisa de abandonar o país para ter a vida com que sempre sonhou, apesar de haver cada mais gente a fazê-lo.

«Independentemente do ponto de partida (condição social e/ou educação, por exemplo) todos nós podemos dar a volta por cima e sermos mais felizes», refere Teresa Marta, mestre em relação de ajuda/psicoterapia existencial. Para tal, deve, em primeiro lugar, «ter um projeto pessoal, definindo metas para as várias áreas da vida», diz. Para desenhar esse projeto a especialista desafia-o a responder à seguinte questão «Como é que se vê e onde é que quer estar (nas várias vertentes da sua vida) daqui a um ano?».

Pronto para passar à ação? Estas são as 16 estratégias a empreender para atingir objetivos:

1. Definir uma meta

Como refere Adelino Cunha, orador motivacional, em «Nascido para triunfar», publicado por A Esfera dos Livros, uma «meta é um sonho pequeno com uma data» e para a atingir é necessário definir um plano de ação. «Quando eu estabeleço uma meta eu tenho de estabelecer essa meta no tempo. Depois de perceber o que está mal na minha vida, quais as áreas que eu não consigo gerir ou que me estão a criar limitações para evoluir, nomeadamente no emprego, na vida pessoal ou relacional, posso começar a elencar um plano para definir o que é que eu posso fazer para mudar», refere Teresa Marta.

2. Passar à ação

Qualquer mudança pressupõe sempre ação. Esta é a parte mais difícil. «Muitas pessoas sentem-se mal no trabalho que têm mas não conseguem fazer efectivamente nada para procurar outro porque têm a angústia da mudança. Mesmo não sendo felizes com o que fazem, preferem gerir isso, em vez de dar o salto para o desconhecido», refere a especialista. Para contrariar esta tendência há que evitar pensamentos como «Não consigo», «É difícil», «Não tenho sorte». «Estas ideias, que autoinfligimos a nós mesmos, são altamente mutilantes da nossa vontade. É preciso perceber que somos os principais responsáveis pela nossa vida, através das escolhas que fazemos face aos vários acontecimentos que nos vão surgindo», diz.

3. Recrutar um treinador pessoal

Para ajudar as pessoas a atingir os seus objetivos, pessoais e profissionais, surgiu o coaching. Uma espécie de «treinador pessoal» (coach) ajuda-nos a tomar consciência das nossas reais capacidades e a definir metas para o futuro. Uma sessão (60 minutos) de coaching pessoal (life coaching) custa a partir de 50 euros. A sessão de coaching empresarial (business ou executive coaching) de 90 minutos custa a partir de 150 euros. O número de sessões necessárias é muito variável, mas, em média, realizam-se entre três a 12 sessões por objetivo. SP Coaching, BizPoint, I Have the Power e Escola de Coaching são algumas das empresas de coaching em Portugal.

Veja na página seguinte: A meta para a realização plena

Comentários