Está deprimido?

A maioria das vezes a pessoa é assolapada por uma onda de tristeza que, não levada em conta pode tornar-se em algo mais grave.

Os motivos podem ser vários: stress, trabalho, amor, falecimento de um ente querido, entre outros. O problema é quando aquilo que começa por ser um estado de tristeza, não passa com o tempo e dá origem a graves problemas de saúde e, em última instância, ao suicídio. Portanto, esteja atento aos sinais e tenha noção que a tristeza é uma emoção enquanto que a depressão é uma doença, devendo solicitar ajuda profissional se nota que a sua disposição ou a de alguém que conhece não muda.

Problemas no sono
Quer sejam insónias constantes ou sono em excesso, é importante reter que a rotina e o ciclo de sono está de alguma forma interrompida e a pessoa nunca se sente descansada o suficiente. É necessário estar alerta até porque isto vai interferir no ritmo biológico natural.

Irritação
Nem sempre a tristeza é o único traço clássico de alguém deprimido. A irritação, agitação e agressividade constantes são outros indicadores de que algo se passa. Por vezes não são capazes de relaxar e sentem uma agitação e irritação constante, quase como se fossem consumidos por uma raiva por tudo e por todos.

Cansaço e perda de energia
Estes dois passam a estar presentes, nem que não seja pela falta de rotina no sono. A improdutividade surge, principalmente no trabalho, e começa a ser problemático quando em as tarefas simples e rotineiras de casa, por exemplo, começam a ser uma dor de cabeça e demoram mais tempo a serem realizadas.

Perder interesse no que gosta
Quer sejam passatempos, passear o cão ou fazer desporto, é comum haver uma perda de interesse naquilo que outrora era um gosto. Aos poucos isto vai fazendo com que a pessoa se isole.

Comentários