Tem dores? Pode ser depressão!

Os dados do primeiro estudo nacional sobre saúde mental

De acordo com o primeiro estudo nacional sobre saúde mental, oito por cento dos portugueses sofrem de depressão.

No entanto, muitos casos estão por diagnosticar porque as manifestações físicas ainda não são reconhecidas, pelos doentes e por alguns profissionais, como sintoma de depressão. Os sinais emocionais da depressão já são amplamente reconhecidos e, face à tristeza, pessimismo, falta de autoestima, irritabilidade e desinteresse, muitas pessoas recorrem ao médico.

No entanto, frequentemente, a única manifestação da depressão é a dor física. «É alarmante pensar que estes doentes passam anos com uma depressão não diagnosticada, até ao dia em que são vítimas de uma crise profunda com graves consequências pessoais, familiares e profissionais», considera Luís Câmara Pestana, presidente da Associação Portuguesa de Psiquiatria Biológica.

«É fundamental ter em conta os sintomas físicos como sinais de alerta importantes que mascaram frequentemente os restantes sintomas depressivos. Estes estados devem ser tratados da mesma forma que são os típicos episódios de depressão», refere este especialista.

O diagnóstico atempado da depressão é o primeiro passo para controlar a doença. Para tal, é fundamental tratar os sintomas de uma forma global, para que o doente atinja a remissão, de forma a recuperar a sua qualidade de vida.

artigo do parceiro:

Comentários