Pé boto

Causas, sintomas e tratamento desta deformidade congénita que afeta muitos bebés à nascença

Caso o defeito não seja corrigido a tempo, o bebé pode não conseguir apoiar adequadamente o pé no chão, nem caminhar, mais tarde, com normalidade.

É uma deformidade congénita em que, à nascença, o pé se encontra virado para baixo, como se fosse um prolongamento da estrutura da perna, apresenta a parte da frente desviada para o interior e, com alguma frequência, uma exagerada curvatura plantar.

Causas


  • Considera-se que é provocado, na maioria dos casos, por uma alteração genética que determina uma paragem no crescimento do pé durante o desenvolvimento embrionário.


  • Pode também ser originado por uma má posição fetal no interior do útero ou por várias alterações musculares e/ou neurológicas.

Sintomas e diagnóstico

Desenvolve-se entre as 14 e as 18 semanas de gestação e, muitas vezes, às 20 semanas é possível efetuar um diagnóstico ecográfico. Os sintomas são vísiveis logo após o nascimento. Os pés do bebé não estão posicionados corretamente, não sendo possível assentar a planta do pé no chão.

A doença pode ser unilateral ou bilateral (em um ou nos dois pés) e o diagnóstico é simples já que a doença é facilmente identificada pelo feitio do pé.

Comentários