Obesidade e sexualidade

Excesso de peso piora funcionamento do pénis

Um grupo de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) concluiu que a percentagem de gordura corporal tem uma correlação inversa  com a função erétil vascular.

«Quanto mais obesos, pior o funcionamento vascular do nosso pénis», explica Nuno Tomada, investigador principal deste trabalho publicado recentemente no Journal of Sexual Medicine. A investigação contou com a colaboração do Hospital S. João e do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC).

Após avaliar 212 pacientes, a equipa que realizou este estudo concluiu que um quarto dos homens analisados sofria de síndrome metabólica (um conjunto de indicadores associados a um maior risco cardiovascular), sendo que, destes, 81% apresentava alterações na circulação sanguínea peniana.

Segundo os investigadores, «a percentagem de gordura corporal é o único fator clínico independente associado à alteração da função hemodinâmica do pénis». Nuno Tomada acrescenta, contudo, «a manifestação da disfunção erétil apresenta-se como uma excelente oportunidade para a intervenção médica e nutricional dos fatores de risco para a doença cardiovascular».

artigo do parceiro:

Comentários