O que é a Haloterapia?

Tratamento aplicado em doenças respiratórias, doenças de pele e questões de saúde mental
A Haloterapia ou Terapia do sal, é reconhecida há séculos como uma abordagem única e natural para aliviar os sintomas de várias queixas respiratórias, doenças dermatológicas e alergias.



Predominantemente no leste da Europa, as pessoas têm vindo a utilizar a inalação de sal como um caminho natural para reduzir os sintomas de doenças respiratórias e doenças de pele. É muito natural para quem sofre destas doenças visitar cavernas de sal para extrair os benefícios de um ambiente com propriedades anti-bacterianas, anti-inflamatórios e de modulação do sistema imune.



Basicamente, Haloterapia é a inalação de partículas de sal muito finas. Na Haloterapia moderna, as sessões terapêuticas são realizadas dentro de uma câmara de sal. Essa câmara ou sala de sal é uma reprodução das grutas de sal subterrâneas e as mais recentes inovações tecnológicas aumentam a eficácia das mesmas.



O aerossol seco do cloreto de sódio (sal) é considerado ser o factor curativo principal deste microclima. O sal utilizado é um sal de vácuo especialmente puro, que é produzido para aplicações farmacológicas exigentes.



A Haloterapia é reconhecida e certificada pela directiva da U.E. Nº CE 93/42 EEC.



Que doenças pode a Haloterapia ajudar?



Existem três grandes áreas médicas a ter em consideração:



1. Do pulmão e doenças respiratórias: asma brônquica, asma, fibrose cística, bronquite crónica, enfisema, otite, tosse, doença pulmonar obstrutiva crónica, rinite, sinusite e tosse de fumadores.



2. Doenças de pele e queixas dermatológicas: eczema, psoríase, dermatite.



3. Questões de saúde mental: fadiga, stress e depressão.



Como pode a Haloterapia ajudar?



O tratamento da Haloterapia ajuda a tratar todos os quatro processos principais que atuam no sistema respiratório: inflamação, infeção bacteriana, muco excessivo, espasmo (broncoespasmo) e hiper-reatividade. Na maioria dos pacientes, após o tratamento da Haloterapia, a condição clínica melhora e os sintomas desaparecem ou aliviam significativamente.

Comentários