Medicamentos e exposição solar

Os perigos de fotossensibilidade de alguns fármacos

Será que há medicamentos cuja toma pode ser prejudicada pela exposição solar?

A professora na Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa Maria Augusta Soares explica que «há medicamentos que podem induzir reações de fotossensibilidade (de fototoxidade ou fotoalergia) se aplicados na pele ou tomados por via oral ou injetável».

A leitura atenta das bulas dos medicamentos é, por isso, fundamental.

«As reações sugem em áreas expostas e sensíveis, como as mãos, antebraços, maçãs do rosto, orelhas e nariz, com ardor, vermelhidão, pálpulas, inchaço, vesículas e queimaduras. Estas desaparecem com o fim da medicação ou são tratadas como queimaduras», explica a especialista. «Por aplicação tópica, surgem frequentemente com antialérgicos e medicamentos para a psoríase e acne, além de perfumes, desodorizantes, after shaves, depilação e peelings», alerta Maria Augusta Soares.

«A fotossensibilidade também pode resultar de alguns antibióticos, anti-inflamatórios não esteroides, anti-histamínicos, estrogénios e progestasgénios, diuréticos, antidiabéticos, antipsicóticos, antidepressivos, entre outros», explica ainda. «Deve-se evitar a exposição solar, aplicar protetor nas zonas expostas 30 minutos antes da exposição e reaplicá-lo a cada duas horas ou após o banho ou transpiração excessiva», conclui.


artigo do parceiro:

Comentários