Konjac

Uma planta que ajuda a diminuir o apetite e a tratar a diabetes e a obstipação

O konjac contém glucomanano, uma mucilagem solúvel presente em mais de 90 por cento da raiz de konjac, que chega a absorver até cem vezes mais água do que o seu volume, inchando no estômago e reduzindo o apetite.

Esta fibra também reduz a absorção de colesterol e açúcar dos alimentos. Como é uma fibra também ajuda a regular os intestinos.

O konjac comprovou reduzir a obstipação em alguns estudos.

Num deles, publicado no Journal of the American College of Nutrition em 2008, 1,5 g por dia aumentou em 30 por cento os movimentos peristálticos e a regeneração da flora intestinal (8) resultados que vieram confirmar estudos anteriores em adultos e na obstipação de crianças com quatro a 11 anos (100 mg/kg no máximo 5g por dia).

De acordo com um estudo publicado no Journal of the American College of Nutrition,em 2003, em 22 diabéticos tipo II , comparativamente ao placebo, o konjac (3,6 g/dia) reduziu, ao fim de 28 dias de tratamento, o colesterol total e a glicose de jejum.

Principais indicações:

- Diminuição do apetite
- Diminuição da quantidade de alimentos ingeridos a cada refeição
- Redução do colesterol
- Coadjuvante no tratamento da diabetes
- Obstipação
- Regulação da flora intestinal

Administração e precauções

Ingira duas a quatro cápsulas de 500 mg, acompanhadas com dois ou mais copos de água, meia hora antes das refeições. Não a utilize durante a gravidez e amamentação.

Bebida saciante

Para diminuir o volume disponível no estômago, com um bom copo de água, tome 1 g de konjac 30 minutos antes do almoço e 1 colher (de sopa) de farinha de alfarroba ou 1 g de opuntia (figueira-da-índia) 30 minutos antes de jantar. Durante o pequeno-almoço e lanche, tome ½ colher (de sopa) de levedura de cerveja para evitar os desejos de comer entre as refeições.


Revisão científica: João Beles (naturopata e professor no Instituto de Medicina Tradicional de Lisboa)

artigo do parceiro:

Comentários