Imune à gripe

Cinco hábitos que reforçam as suas defesas e protegem o corpo das infeções respiratórias

No outono e no inverno as gripes são frequentes. Sabendo disso, cabe a si proteger-se corretamente.

Siga os cinco hábitos recomendados pelo médico especialista em medicina geral e familiar, Miguel Baião.

No entanto, «nenhum deles deve ser encarado isoladamente e é no conjunto que conseguem ser mais eficazes», alerta o especialista.

1. Deite-se todos os dias às 23 horas

É no período de repouso noturno que se verifica a regeneração das células da imunidade responsáveis pelas defesas contra os microorganismos. Certifique-se que dorme entre seis a oito horas por dia e deite-se entre as 22 e as 23 horas. «É entre as 22h e as 2h da madrugada que o organismo pode produzir os níveis mais elevados de melatonina, uma das hormonas mais importantes na regularização do sono», alerta o médico Miguel Baião.

2. Faça uma caminhada de 30 minutos por dia

A atividade física regular (de intensidade moderada) aumenta a capacidade de resposta do sistema imunológico. Uma caminhada por dia, durante 30 minutos, é uma forma fácil de incluir atividade física na rotina diária, contudo, qualquer exercício (jogging, natação, dança) é eficaz.

3. Troque o açúcar branco pelo amarelo

O açúcar amarelo ou o mascavado contêm uma percentagem de minerais muito superior à do açúcar branco, por serem menos Refinados. Segundo o especialista, «um bom aporte de minerais melhora o sistema imunológico porque ajuda a produzir as imunoglobinas que nos protegem das doenças infecciosas».

4. Coma cinco peças de fruta por dia

As frutas, além de hidratantes, fornecem o aporte nutricional necessário para a estimulação do sistema imunitário. Prefira frutas ricas em vitamina C e antioxidantes como o quivi, a laranja, a maçã, a romã e as bagas vermelhas (framboesas e groselhas). «A vitamina C tem uma ação imunoestimulante e antivírica e os antioxidantes combatem os radicais livres que deprimem as defesas imunológicas», refere o médico Miguel Baião.

5. Beba seis copos de água fora das refeições

Não beba água só quando tem sede ou às refeições. Manter-se hidratada ao longo do dia é outra medida essencial para assegurar o bom funcionamento do organismo e do sistema imunitário. As necessidades de hidratação variam consoante o estilo de vida de cada um, mas nunca deve ser inferior a 1,5 litros por dia.


Texto: Sofia Cardoso com Miguel Baião (médico especialista em Medicina Geral e Familiar)


artigo do parceiro:

Comentários