Ganhe saúde e beleza enquanto dorme

Conselhos surpreendentes para o conseguir

Quantas horas dormiu esta noite? Fê-lo tudo de seguida?
Se a sua resposta é não, saiba que não é a única.

Cerca de 70% da
população adulta sofre de distúrbios de sono e dorme, em
média, apenas seis horas por dia.

A consequência mais
óbvia é o cansaço. Mas a nossa aparência também o denuncia. A pele,
em vez de se renovar, fica baça e marcada com rugas, papos e olheiras.


Por isso, compilámos os melhores conselhos de médicos, psicólogos
e especialistas de beleza para que aprenda a descansar eficazmente.
O objectivo é que passe a dormir mais do que seis horas mas, caso
não consiga, ajudamos-lhe a aproveitar ao máximo o tempo
de descanso, para que dormir seja uma autêntica cura de beleza.

Essências que estimulam o sono

Alguns especialistas
acreditam que
existem aromas,
essências e cheiros
que ajudam a relaxar
e a adormecer da
melhor forma possível.
Os mais indicados são os da lavanda, da camomila, da flor de tília, do incenso e da madeira de cedro.

Alimentos saudáveis e relaxantes

Beba muita água. Quando não bebe
água durante o dia (o mínimo de oito
copos) o ritmo natural do seu organismo
é afectado, pelo que pode também
afectar o sono. Beba água. Muita. E deixe
o último copo para beber meia hora
antes de ir para a cama. Se o bebesse
mesmo antes de dormir, teria de se
levantar a meio da noite para ir à casa
de banho.

Consuma mais triptofano. Este aminoácido
essencial aumenta a serotonina,
um neurotransmissor que potencia o
relaxamento e o sono. Ao jantar, ingira
alimentos com este aminoácido, nomeadamente peixe,
carne de aves, leite e gelado (se for de
fruta, melhor).

Coma hidratos de carbono para acalmar.
Os alimentos ricos em hidratos de
carbono também aumentam a produção
de serotonina. À ceia coma um
iogurte com pedaços de fruta ou um
copo de leite com bolachas.

Escolha uma boa almofada

Opte por uma com fronha de cetim. Se não gostar do cetim,
escolha outro tecido, desde que seja natural e
suave. É fundamental abdicar dos tecidos grossos
e ásperos para não danificar a pele do rosto e
prevenir as rugas ou outras imperfeições (irritações ou
borbulhas, por exemplo) que surgem na pele.

Escolha uma com forma ortopédica. Prefira as almofadas de formato
ortopédico para apoiar a cabeça e o pescoço
correctamente e prevenir dores nas cervicais. Vai
acordar muito melhor.

Atenção à posição que adopta para dormir. Para a sua pele, o ideal é dormir
como a bela adormecida, de barriga para cima. Nesta posição, o rosto não está em contacto
com a almofada e a respiração é facilitada. Evite
sim dormir de barriga para baixo, pois estará a
esmagar a sua pele, impedindo-a de respirar e
favorecendo o aparecimento de novas rugas nas
maçãs do rosto e olheiras.

Prepare o seu quarto

Abdique da televisão e, quanto menos aparelhos
electrónicos tiver no quarto, melhor. No caso da
televisão, ou de um computador, recomenda-se
que sejam desligados trinta minutos antes de ir
dormir, para que cérebro deixe de receber estímulos
e possa, gradualmente.

Apague todas as luzes. A escuridão faz diminuir
a temperatura corporal, abrandar o metabolismo
e estimular a produção de melatonina, uma hormona
que ajuda a adormecer e atrasa o envelhecimento.
Tenha em atenção que até mesmo a luz fluorescente
de sinalização do despertador ou do computador
podem interferir na qualidade do sono.

A ventilação é indispensável por isso, deixe a porta do quarto
aberta ou a janela entreaberta, para que o ar
circule e seja sempre renovado. Mantenha-se quente
com uma manta leve ou um edredão de penas
(preferível a materiais sintéticos) para não impedir
os movimentos e a circulação sanguínea.

Durma com os pés ligeiramente
acima do nível dos ombros. O melhor será levantar
os pés da própria cama e mantê-la sempre
assim. As suas pernas vão agradecer porque
melhora a circulação de retorno e impede o
aparecimento de varizes.

Veja na página seguinte: Os movimentos que lhe garantem um sono reparador

Faça 5 minutos de exercício

Fazer exercícios suaves antes de ir
dormir (alongamentos, por exemplo)
ajuda-a a adormecer e, o mais
importante, a recuperar energia.

De pé, estique os braços para
cima até ao máximo que conseguir, mantendo o
esforço durante alguns segundos, relaxe, baixando
os braços e repita cinco vezes. Faça movimentos
rotativos com os braços, como se fosse um moinho,
fazendo duas séries de dez repetições para
a frente e para trás. De seguida, baixe-se, flectindo
os joelhos e depois estique os braços para frente
enquanto se levanta, repetindo dez vezes.

Faça alguns abdominais (três séries de
dez repetições). Depois, com as mãos debaixo
dos glúteos, eleve as pernas e deixe-as descer
controladamente, para contrair o abdominal. Faça
também três séries de dez repetições.

Contraia e relaxe os músculos. Com este exercício
vai aprender a controlar a tensão muscular e a
relaxar profundamente. Deite-se num tapete e
imagine que está dentro de uma caixa. Contraia os
músculos das pernas e braços e empurre as paredes
da caixa, como se quisesse parti-las. Mantenha
a tensão muscular alguns segundos ao mesmo
tempo que retém a respiração. Depois relaxe e vá
expirando lentamente. Repita dez vezes.

Texto: Ana Catarina Alberto

artigo do parceiro:

Comentários