Dermatite atópica sob controlo

A dermatite atópica é uma condição crónica, no entanto, o tratamento permite, na maior parte dos casos, um bom controlo da doença, tanto em crianças como em adultos.

Dermatite atópica sob controlo

O tratamento padrão deve incidir em três pontos fundamentais que se complementam:

Evitar fatores irritantes e desencadeantes

O objetivo é prevenir as crises agudas. Inclui medidas gerais e algumas mudanças no dia a dia, que são muitas vezes suficientes para uma melhoria da qualidade de vida dos doentes:

  • Evite fatores que possam contribuir para agravar os sintomas ou desencadear uma crise (tabaco, álcool, produtos agressivos para a pele, ácaros, pólen e/ou poeira, alergénios alimentares, nomeadamente leite, ovos, frutos secos, entre outros);
  • Troque o banho por um duche rápido com água tépida (5 minutos diários), pois o calor aumenta a secura da pele e reativa a inflamação;
  • Utilize produtos de higiene adequados para pele atópica, mais suaves e que exercem uma ação calmante;
  • Faça a higiene do corpo com as mãos, é mais higiénico do que utilizar esponjas;
  • Lave sempre as roupas novas antes de as usar para remover corantes irritantes e acabamentos de tecido;
  • As roupas que contactam diretamente com a pele, inclusive os lençóis, devem ser de tecido macio e confortável (por exemplo algodão) e após cada lavagem a roupa deve ser bem enxaguada de modo a remover os restos de detergente;
  • Se necessário, calce luvas de algodão à noite para impedir que se coce à noite durante o sono;
  • Pratique atividades de relaxamento, como yoga ou meditação, que ajudem gerir melhor o stress
Hidratação adequada e contínua da pele

Representa um cuidado básico que ajuda a restabelecer a barreira cutânea e evita a perda excessiva de água através da pele.

A utilização diária de emolientes hipoalergénicos específicos para pele atópica é a melhor opção para manter a pele flexível, hidratada e protegida das substâncias irritantes, o que também contribuí para reduzir a frequência das crises.

A sua aplicação deve ser feita preferencialmente a seguir ao banho com a pele ligeiramente húmida, em camada fina para evitar a obstrução da pele lesionada.

Controlo da inflamação e prurido

O tratamento farmacológico utilizado no controlo dos sinais e sintomas é individualizado, sempre sob acompanhamento médico. A escolha depende do local a tratar, da idade do doente e da gravidade e extensão das lesões.

Em casos graves com baixa resposta ao tratamento habitual, pode ser usada a fototerapia como alternativa.

Na sua farmácia encontra profissionais capazes de lhe dar informação equilibrada sobre os cuidados essenciais para manter a dermatite atópica controlada, indicando quais os produtos de limpeza e hidratação específicos para a pele atópica e esclarecer as suas dúvidas acerca dos benefícios, riscos e limitações do tratamento medicamentoso.

Saiba mais no site das Farmácias Portuguesas

artigo do parceiro:

Comentários