Cancro do esófago

É um dos tipos de cancro mais perigosos com baixa taxa de sobrevivência

O cancro do esófago é uma doença devastadora cuja incidência tem vindo a aumentar no mundo ocidental, sem melhoria significativa das taxas de sobrevivência.

A baixa taxa de sobrevivência deve-se ao diagnóstico tardio pois quando surgem sintomas o tumor já se encontra disseminado e pode ser fatal. É um dos cancros mais silenciosos, o que cria uma grande barreira entre o diagnóstico e o tratamento precoce.

O elevado consumo de bebidas alcoólicas e o tabagismo são dois factores de risco que, associados, aumentam a probabilidade da doença surgir. Outras condições que podem predispor para uma maior incidência de cancro do esófago, segundo Paulo Cortes, coordenador da Unidade de Oncologia do Hospital dos Lusíadas, incluem a ingestão de bebidas quentes e o refluxo gastroesofágico (e o consequente esófago de Barrett).

«Esta é uma doença na qual há uma alteração nas células da porção inferior do esófago causada por uma exposição prolongada ao conteúdo ácido proveniente do estômago», fundamenta o especialista.

Ver artigo completo

Comentários