Quer ser vegetariano?

Guia essencial para que faça a opção mais saudável

Há cada vez mais pessoas a optar pelo vegetarianismo e Portugal não é exceção.

Segundo um estudo elaborado pela Nielsen em 2007, existem no total 30 mil vegetarianos no nosso país, ou seja, pessoas que excluem da alimentação os produtos de origem animal.

Curiosamente, são as mulheres quem consome menos carne e ovos, mas também quem inclui mais laticínios na dieta.

Será a alimentação vegetariana uma opção viável? Sim, se souber «o que escolher, como preparar e como comer», diz a nutricionista Ana Serôdio.

Escolha múltipla

Um vegetariano é, por definição, uma pessoa que se alimenta de cereais, vegetais, leguminosas, sementes e fruta. Contudo, como explica Ana Serôdio, «existem os semi-vegetarianos, que comem esporadicamente peixe ou marisco, os ovo-lacto-vegetarianos, que incluem ovos, leite e derivados na dieta, os lacto-vegetarianos que mantêm os lacticínios e ainda os ovo-vegetarianos, que não deixam de consumir ovos».

Já os vegetarianos evitam tudo o que tenha origem animal, «seja carne, peixe, ovos, leite (e derivados), mel ou gelatinas». Existem, ainda, os veganos que encaram esta opção como um modo de vida e recusam qualquer exploração animal, não só «a nível do vestuário, como de entretenimento (circo e touradas) e produtos testados em animais», exemplifica.

Comentários