O veredicto da balança

Os primeiros passos rumo à perda de peso relatados num testemunho real

Perder peso é uma preocupação
para muitas mulheres e homens
actualmente. Seja por razões de stress,
pela falta de exercício físico ou pela
dificuldade em aplicar no dia-a-dia
todos os princípios de uma alimentação
saudável, são muitos aqueles que não
se identificam com o seu reflexo no
espelho.

Mas perder peso implica
mudanças de hábitos permanentes e nem
sempre fáceis.

Com a motivação dos
quilos já eliminados, as novas rotinas
alimentares tornam-se a norma e a
balança, uma aliada. Existem vários
programas de perda de peso. Laurinda Soares,
49 anos, administrativa num escritório de contabilidade, relata como conseguiu
recuperar a silhueta recorrendo a um
destes planos, denominado Lev.

A primeira vez

«Há cerca de cinco anos, após ter
experimentado uma série de propostas
novas no mercado que prometiam ser
eficazes e que comigo não tinham
resultado, tive a minha primeira
experiência neste programa. E correu
lindamente. Descobri este método por
acaso e resolvi tentar», confessa. «Sinceramente já
não estava com grandes expectativas,
mas, de facto, ao fim de seis semanas
tinha perdido o peso a mais. Dez
quilos, para ser precisa».

«Mantive-me
sempre muito bem, readquiri hábitos
alimentares e um estilo de vida mais
apropriado, praticava exercício físico,
não cometia grandes excessos. Se não
fosse o meu vício por chocolates, diria
que tudo estava dentro do permitido», assume a administrativa.

Começar de novo

Volvidos cinco anos, tudo
mudou. «Um acidente que me provocou
uma fractura, ruptura de ligamentos
e uma luxação, obrigou-me a ficar
de cama durante oito longos meses
e, consequentemente, levou-me a
ganhar peso, cerca de 12 quilos. Com
podem calcular, fiquei completamente
desesperada», admite Laurinda Soares. «O excesso de peso não iria
ajudar em nada a minha recuperação
da perna e do pé, que se prolongou por
oito meses», recorda.

Por outro lado, eu já não me
identificava com a minha imagem e,
inevitavelmente, o meu guarda-roupa
teria que ser substituído. A sensação
de desconforto que sentia levou-me a
procurar ajuda e a recorrer novamente
a este método. Assim fiz. Marquei uma consulta (que é gratuita) onde o
nutricionista me fez um plano mediante
os objectivos que me propus alcançar», relata Laurinda Soares.

O plano

O método Lev é um programa de
emagrecimento de simples que se baseia
no consumo de refeições gourmet pobres
em açúcares e gordura, mas ricas em
proteína de alto valor biológico que
garantem a manutenção da massa
muscular durante o processo de
emagrecimento. O consumo de
legumes é sempre fundamental no
decorrer de todo o tratamento. O
tratamento é complementado por
suplementos vitamínicos e minerais,
que mantêm o estado nutricional
optimizado, e um drenante
fundamental no combate à retenção
líquidos.

Laurinda Soares explica que «para assegurar uma vasta
diversidade, existem mais de 100
refeições Lev ao dispor, nomeadamente sopas,
snacks, omeletas, crepes, pratos
prontos a consumir, sobremesas,
tudo delicioso e de preparação
fácil e rápida. Depois da
primeira consulta e munida de
tudo aquilo de que precisava,
iniciei então o meu programa de emagrecimento», desabafa. O início deste tratamento implica um corte
no consumo da alimentação tradicional.


A adaptação metabólica do nosso corpo
é gradual e não coloca problemas.
«No primeiro dia, não sendo difícil, sente-se um pequeno desconforto. O organismo
começa por esgotar as reservas de açúcar e
inicia a libertação da gordura acumulada.
Por isso, aconselho, tal como eu fiz,
a iniciar num fim-de-semana, uma vez
que estamos mais descontraídas», sublinha

Os resultados

«O meu menu diário divide-se em seis
refeições, distribuindo-se por pequeno-almoço, merenda
a meio da manhã, almoço, lanche,
jantar e ceia, compostas por produtos
preparados Lev e complementadas
com legumes frescos. Quando fui à
segunda consulta, passado dez dias, já
tinha perdido 3,7 quilos e o índice de
massa gorda também tinha baixado
drasticamente», desabafa Laurinda Soares.

«Foi um resultado
estupendo, tendo em conta que, neste
momento, nem sequer posso praticar
exercício físico intenso, uma vez que
ainda estou em convalescença. Trinta
dias depois, já tinha perdido mais de
sete quilos. Entretanto passaram duas
semanas e atingi uma perda de dez
quilos, bem como uma redução da
massa gorda», assegura.


Veja na página seguinte: O que precisa de fazer antes de iniciar esta dieta

Laurinda Soares confessa ainda que, apesar de ter cometido alguns pecados no último Natal e Ano Novo, o resultado foi bastante satisfatório.

«Neste momento, passei à fase dois,
onde já posso fazer uma refeição diária
de peixe ou carne. Sinto-me bem, não
precisei de renovar o guarda-roupa
e iniciei o ano muito mais leve», regozija-se.

O Método Lev consiste num tratamento não farmacológico
para combate ao excesso de peso/
obesidade, baseado em refeições
hipocalóricas suplementadas por
vitaminas e sais minerais fundamentais
ao organismo.

Antes de
iniciar o programa, é realizada
uma consulta com um nutricionista
que faz uma avaliação nutricional
da pessoa, uma despistagem de possíveis contra-indicações existentes, assim como define os objectivos a atingir. O Método Lev divide-se em quatro
fases distintas sempre com acompanhamento
gratuito com um
nutricionista.

Na primeira, o tratamento
é composto por refeições
Lev (ricas em proteína de alto valor biológico e reduzido teor em açúcar
e gorduras), vegetais e suplementos
vitamínicos e minerais. Nas fases
seguintes, é feita a introdução
gradual da alimentação tradicional,
reeducação alimentar e prática de
actividade física. Para mais informações ou para esclarecer dúvidas sobre esta dieta, ligue para o 808 235 532 ou consulte o site www.lev.pt.

artigo do parceiro:

Comentários