Dieta da Fibra

Sente-se inchado? Se sim, esta é a dieta certa para si. Aprenda a regular o funcionamento intestinal e emagreca até quatro quilos num mês com um plano exclusivo da dietista Marisa Costa

Uma dieta que promete fazer perder até quatro quilos em apenas um mês. Numa semana, os seus intestinos estarão a funcionar melhor. De seguida, a sua barriga ficará mais lisa e as pernas menos inchadas. A obstipação é um problema que costuma afectar mais as mulheres e as suas queixas não se ficam apenas pela parte estética e pela barriga inchada. Esta desordem intestinal afeta o equilíbrio do organismo.

Um desequilíbrio que surge por norma devido a um ritmo de vida sedentário, dieta pobre em fibras e falta de ingestão de líquidos, essencialmente água. A dieta pobre em fibras contribui para que o trânsito fecal se torne mais lento, provocando obstipação, hemorróidas e apendicite. Em épocas de festa ou em períodos de stresse, o problema acentua-se, devido aos erros alimentares e também instabilidade emocional.

Para ter um bom trânsito intestinal, é fundamental incluir na alimentação frutas, verduras, cereais integrais e iogurtes cujas bactérias lácticas são muito benéficas para a flora intestinal. Mas tão importante como adoptar uma alimentação adequada é adoptar hábitos de vida saudável, como respeitar o horário das refeições, beber água e fazer exercício físico. Caminhar, praticar desporto ou andar de bicicleta são boas opções.

O que é a obstipação?

Se faz excesso de esforço quando vai à casa de banho, as suas fezes são duras, tem uma sensação incompleta ou de obstrução ao evacuar, faz menos de três defecações por semana, provavelmente sofre de obstipação. As suas causas mais frequentessão a má alimentação (pobre em fibra, fruta, cereais integrais e legumes), não fazer exercício físico e ignorar a vontade de ir à casa de banho.

Uma dieta bem planeada

O segredo para o sucesso de uma dieta é planeá-la, assim não saltará refeições, evitará os excessos ou petiscos e não se esquecerá de nenhum nutriente. O ideal é fazer cinco refeições diárias, incluindo o pequeno-almoço, uma merenda a meio da manhã, o almoço, o lanche, o jantar e a ceia (quando o jantar for muito cedo). O pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia e deve obrigatoriamente incluir três alimentos, fruta, cereais e laticínios.

Ao lanche coma um iogurte, uma peça de fruta e meio pão de mistura com fiambre de peru ou queijo magro. A sopa, as saladas e os legumes devem estar presentes ao almoço e jantar. Lembre-se de beber 1,5 litros de água por dia. Os chás e as infusões são também uma boa opção.

Quando fazer dieta

Se não adoptar hábitos saudáveis e fizer uma alimentação deficiente, é normal que os problemas de digestão, inchaço intestinal, gases ou obstipação se tornem comuns. O inchaço e a sensação de peso são os sintomas mais frequentes e, mesmo não sendo complicações graves, quando não são tratadas podem dar origem a problemas mais sérios. Como em tudo na saúde, a prevenção é a chave.

Mas se os sintomas já se fazem notar também existem soluções para os tratar, como as formulações terapêuticas e/ou naturais com bisacodilo, malva ou camomila. Se, ainda assim, estes problemas forem recorrentes, o melhor é mesmo procurar o seu médico. Presume-se que dois milhões de portugueses sofram de obstipação, sendo na sua maioria mulheres.

Dieta sã e deliciosa

Nem todas as pessoas têm os mesmos gostos, por isso, o melhor é explorar a ampla variedade de pratos e receitas da dieta mediterrânica, muito rica em fibra, proteínas, vitaminas e pobre em gorduras. Tem de aprender a comer de forma saudável e desfrutar do que está a comer.

Veja na página seguinte: O plano alimentar que deve seguir em cada um dos dias

Comentários