Detox total

Um plano que vai muito para além dos sumos e dos batidos em voga (inclui receitas)

Se quer fazer um detox mas não quer restringir as suas refeições a sumos e batidos, Patrícia Trindade, técnica de nutrição, dá-lhe a receita.

O fim do período festivo é o momento ideal para desintoxicar o organismo e deixar para trás os excessos alimentares, que «propiciam a acumulação de gordura e toxinas», como diz Patrícia Trindade, técnica de nutrição na Clínica Teresa Branco É Emagrecer.

Se se excedeu no Natal e no fim do ano, na Páscoa ou em qualquer outra altura e quer fazer um detox mas não quer restringir as suas refeições a batidos e sumos, siga o plano de um dia que a especialista fez para as leitoras da Saber Viver. As vantagens serão muitas. «Redução do inchaço abdominal e eliminação de líquidos e toxinas, o que, consequentemente, levará à redução do peso corporal em um a dois quilos», realça Patrícia Trindade.

«No fundo, reestruturará o equilíbrio do organismo para regressar à rotina alimentar», refere ainda. Com exceção de mulheres grávidas ou em período de amamentação e indivíduos com patologias que debilitam o sistema imunológico, qualquer pessoa pode fazer um detox. No entanto, como estes planos «são, por norma, mais restritivos e menos calóricos, devem ser mantidos por curtos períodos de tempo», sublinha.

Outros alimentos em que deve apostar

- Alimentos com propriedades diuréticas que facilitem a eliminação de líquidos, como a maçã, a alcachofra e o alho-francês.

- Alimentos de fácil digestão, como o mamão e o ananás, que permitam poupar energia no processo de digestão.

- Alimentos que facilitem a termogénese, acelerando o metabolismo, como por exemplo, a canela e o gengibre.

- Alimentos com pH alcalino, como os espinafres, a couve-flor, os brócolos e o quivi, porque o equilíbrio do nível do pH sanguíneo é essencial para manter as funções fisiológicas e reações bioquímicas do organismo.

Texto: Rita Caetano com Patrícia Trindade (técnica de nutrição)

artigo do parceiro:

Comentários